Marcas próprias vs marcas não-próprias, o que fazem as marcas em tempo de guerra e o futuro da Shopify – e58s01

podcast marketing portugal por idiotas

Marcas próprias vs marcas não-próprias, o que fazem as marcas em tempo de guerra e o futuro da Shopify – e58s01

Episódio 58
46:35

No episódio 58 falamos sobre marcas próprias vs marcas não-próprias, o que fazem as marcas em tempo de guerra e o futuro da Shopify.

Episódio de: 2 de Março, 2022

Download do podcast

MIGUEL

750 milhões de euros: marca própria do Continente cresce 20% em dois anos

Um dos temas que sempre me fascinou no mundo dos hipermercados foi o caso das marcas próprias.
Lembro-me que quando andava na faculdade de marketing, há uma vida atrás, lá para o ano de 2006, foi lá falar o director de marketing da Dan Cake no âmbito da cadeira de canais de distribuição.
Na altura as marcas próprias das cadeias de supermercado eram conhecidas por ter produtos baratos e meio manhosos, de fornecedores de paises esquisitos.
Eu fiquei espantado quando o director de marketing disse que a Dan Cake vendia cerca de 25% da sua produção para produtos de marca branca…e que o produto era exactamente igual, pois não fazia sentido piorar um produto para ser vendido como marca branca.
Desde essa altura houve uma enorme evolução no mundo das marcas brancas e cada vez mais portugueses começaram a optar por este tipo de produto.
Hoje trago a notícia de que a marca própria do Continente cresceu 20% em 2 anos, tendo faturado em 2021 750 milhões de euros.
No ano passado 99,26% dos clientes Continente compraram algum dos produtos de marca própria.
Os produtos mais procurados são Iogurtes Stratciatella e o café do sistema continente.
A marca Continente lança todos os anos cerca de 360 produtos e cada lançamento envolve pelo menos 60 consumidores que testam o produto.
Esta é para o Diogo: A gama “Powered by Plants” de produtos vegetarianos envolveu um sistema colaborativo entre consumidores, produtores e designers para criarem as embalagens etc.
Neste momento o Continente tem mais de 4000 referências de marca própria.

DIOGO

O que as marcas têm feito em relação ao conflito e como classificam de 1 a 10 em termos de impacto.

 

Disney – Disney vai pausar lançamentos nos cinemas de seus próximos filmes na Rússia

Netflix – A Netflix Inc. disse que não tem planos de adicionar nenhum canal russo ao seu serviço na Rússia, apesar de um regulamento que exigiria que a gigante do streaming carregasse várias emissoras estatais.

Shell – A gigante do petróleo Shell anunciou nesta segunda-feira que pretende sair de joint ventures com a estatal russa de gás Gazprom

https://www.forbes.com/sites/marisadellatto/2022/02/28/disney-pauses-film-releases-in-russia-inclusive-turning-red-as-growing-list-of-companies-respond- to-invasion/ 

Meta – https://about.fb.com/news/2022/02/metas-ongoing-efforts-regarding-russias-invasion-of-ukraine/ 

Tesla – enviou dispositivos de Starlink e direcionou o starlink para a Ucrânia

Youtube – YouTube Cuts Off Revenue for RT and Other Russian Channels, Restricts Access in Ukraine

Microsoft – está a trabalhar directamente com o governo Ucraniano, EUA e UE para evitar cyber ataques já detectados. Se o vosso computador teve uma atualização recente, já sabem porque foi.
https://blogs.microsoft.com/on-the-issues/2022/02/28/ukraine-russia-digital-war-cyberattacks/ 

Ageas – Cores no edifício 

MEO – Telefonemas sem roaming para Ucrânia

Activebank – transferências sem taxas para Ucrânia

Continente – Post no Insta

Control – Post no Insta

Jogo Fizeram, ou não fizeram?
Pingo Doce

EDP 

Galp

TAP

Repsol

NAVIGATOR

Worten

INTERMARCHÉ de Alhos Vedros

IKEA

Superbook

Coca-cola

 

Pornhub – https://www.butac.it/pornhub-russia-ucraina/ )

O futuro do Shopify e o mercado português na perspetiva do futuro do comércio eletrónico.

No longínquo ano de 2004, existiam muitas peças necessárias rudimentares para gerir um site de comércio eletrónico e os anúncios online eram baratos.

Na altura faltava um software consistente para unir todas essas peças.

A Shopify, resumidamente é um software, uma plataforma de comércio que permite iniciar a criação e gerir uma loja online. O software baseado num modelo de subscrição, permite que qualquer pessoa crie uma loja online e venda os seus produtos. 

A empresa tem sede no Canadá.

A Meta tem investindo bastante em comércio eletrónico. O seu Marketplace tornou-se para muitas pessoas o primeiro lugar para comprar itens usados online e agora está a entrar nas vendas diretas. Com o lançamento das lojas do Facebook, tendo a Shopify como o seu parceiro de escolha que alimenta  os recursos de checkout e processamento de pagamentos das lojas, pode ganhar muito dinheiro com o crescimento das lojas online do Facebook.

Muito poucos comerciantes da Shopify têm a escala para gerir eficazmente a publicidade por si próprios;

As redes de publicidade centradas na privacidade eram o padrão universal na publicidade antes do início da prática da recolha irrestrita de dados.

A Apple mudou fundamentalmente as regras do grande jogo da publicidade, de uma forma muito profunda.


Quando o Facebook caiu na bolsa, nas ações da bolas, imaginem quem cai com eles?
Os parceiros, o que acontece atualmente com a  Shopify, por isso a única solução para distanciar acho que é entrar nesse novo jogo, o da publicidade.

A Shopify precisa de assumir a recolha e gestão de dados para efeitos de publicidade, precisamente porque são a única entidade posicionada para o fazer.

A Shopify precisa de formar uma nova área de negócio porque, na Internet definida pela Apple, está tudo à espera de quem consegue escalar primeiro.

 

[RAPIDINHAS – Notícias de Marketing em Portugal] 

[FERRAMENTA DA SEMANA]

 

https://www.producthunt.com/posts/redirect-russian-traffic

https://outdatedregime.github.io/change/

A ‘sugestão’ desta iniciativa é adicionar 1 linha de código ao vosso website, para que todo o tráfego da Rússia (visitantes Russos) sejam encaminhados para uma página com informação de notícias não enviesadas em Russo.

Os visitantes podem ver notícias da BBC, DW, Moscow Times, Euronews e Ukrinform.

 

Sobre o Podcast Marketing por Idiotas

podcast Marketing por Idiotas é um podcast sobre marketing em Portugal. Neste podcast semanal falamos sobre notícias, irritações e inquietações sobre marketing digital e analógico.

O podcast é apresentado e moderado pelo Diretor de Marketing da Turim Hotéis, Ricardo Vieira e tem como comentadores com lugar cativo o freelancer Diogo Abrantes da Silva, o formador e consultor Frederico Carvalho e o CEO da pkina.com e funis.pt Miguel Vieira.

Ouvir podcast marketing por idiotas

Temas no podcast

01:20
Temas
42:10
Rapidinhas

Neste episódio


Apresentador 2 Olá a todos bem-vindos ao Podcast marketing por idiotas no episódio de Hoje, o Fred traz-nos o Tema o futuro da shopify e o contexto de tuga.
Apresentador 2 O Diogo questiona, o que fazem as marcas em tempo de guerra e o Miguel? Vamos falar de marcas próprias versus as marcas não próprias bem vindos ao podcast marketing por idiotas.
Apresentador 2 Olá, todos sejam muito bem-vindos ao podcast marketing por idiotas, o podcast onde todas as semanas o Diogo Miguel, o Fred e o Ricardo trazemos as últimas tendências notícias e no.
Apresentador 2 Dados sobre o mundo do marketing, negócios e tecnologia estão no sítio certo para se manter informados sobre estes temas e se ainda não são os subscritores, façam-no agora, Olá, Diogo, Olá, Olá, Fred.
Apresentador 2 E Olá, Miguel Alô, antes de continuarmos com o podcast só para relembrar neste podcast temos ainda o segmento dos ao Twitter, onde anunciamos os novos subscritores da nossa conta do Twitter, marketing idiota, que é também onde podem interagir connosco.
Apresentador 2 Temos o momento das rapidinhas que, ao contrário do que possam pensar e apenas são apenas as notícias mais importantes da semana, mas em formato rápido e, por último, a poderosíssima é sempre útil ferramenta da semana.
Apresentador 2 Muito bem caríssimos para não ocupar mais O Tempo dos nossos prestigiados ouvintes. Vamos, já o primeiro Tema Miguel é.
Apresentador 3 Fala lá então.
Apresentador 2 Para quem ficou indignado, não é indignado. Desculpa que estava a faltar a palavra certa. Curioso marca, curioso, obrigado. Marcas próprias vs marcas não próprias.
Apresentador 4 Bem é um dos temas que sempre me fascinou no mundo. Hipermercados foi o caso das marcas próprias, antigamente mais conhecidas por marcas brancas. E eu lembro quando andava na faculdade de marketing há uma vida atrás. Lá para o ano de 2006 a não sei se Diogo e se bom.
Apresentador 4 Se falar o diretor de marketing da Dan cake, no âmbito da cadeira de canais especial.
Apresentador 3 Não eu desmarquei. Sim eu.
Apresentador 3 Também eu também se calhar também me lembro andar.
Apresentador 4 Todo Olá aulas há sim, mas ISTO já foi em 2006 anos aos alunos o.
Apresentador 4 Pronto exato há na altura as marcas próprias das cadeias de supermercados eram conhecidas por ter produtos baratos e assim, eh pá de menos qualidade de fornecedores, de países esquisitos, etc. E eram mesmo conhecidas por serem baratas. Pelo menos é o posicionamento que tinha na altura.
Apresentador 4 Eu fiquei quando fiquei muito espantado na altura, quando o diretor de marketing da Dan cake diz que a Dan cake vendia cerca de 25% da sua produção para produtos de marca branca e que o produto era exatamente igual, eles diziam que não fazia sentido de piorar um produto só porque vai ser vendido.
Apresentador 4 Como uma marca branca?
Apresentador 4 Desde essa altura houve uma enorme evolução no mundo das marcas brancas e cada vez mais portugueses começaram a optar por este tipo de produto.
Apresentador 4 A eu Hoje trago a notícia de que a marca própria do continente cresceu 20% em 2 anos, tendo faturado em 2021 750000000 de euros. Eu por acaso não tenho aqui o dado da da facturação total da do continente para percebermos o que é que ISTO representa. Na, no total dos produtos vendidos no continente.
Apresentador 4 A mas eles dizem que no ano passado, 99% dos clientes do continente compraram alguns produtos da marca branca própria.
Apresentador 4 Os produtos mais procurados da da marca continente são os iogurtes de será chat ela e o café sistema continente. Algum de vocês tem?
Apresentador 3 A enfermeira é esse que sabe?
Apresentador 4 Mas aqui há uma coisa interessante, a marca continente lança todos os anos cerca de 360 produtos.
Apresentador 4 Porquê? Eu sabia que. Era, papel higiénico.
Apresentador 4 Não, não, isso era antigamente. Agora, a marca continente lança todos os anos cerca de 360 novas referências e cada lançamento envolve pelo menos 60 consumidores que testa o produto. Esta aqui é para.
Apresentador 4 Diogo a gama Power by plants de produtos vegetarianos envolveu um sistema colaborativo entre consumidores, produtores e designers para criarem as embalagens. Foste convidado para participar nisto?
Apresentador 5 Eh pá, não.
Apresentador 4 Então, ainda não tens a esse tipo de influência? Neste momento, o continente tem mais de 4000 referências de marca própria, sendo que 2 em cada 3 produtos destas marcas próprias são produzidos em Portugal. OK? Perguntas que eu tenho aqui para o nosso painel. As marcas estão a perder relevância ou só as marcas próprias dos hipermercados que estão a ganhar muita relevância?
Apresentador 4 Ou seja, antigamente eram marcas brancas, agora em marca continente, isso já significa alguma coisa.
Apresentador 4 A nós podemos estar a caminhar para um ecossistema alimentar onde as marcas principais vão passar a ser produtores para uma espécie de marketplace alimentar controlado pelos grandes hipermercados.
Apresentador 4 E finalmente, ISTO é concorrência desleal, visto que os hipermercados das preferências dos seus consumidores e podem criar produtos com base nessas nessas preferências.
Apresentador 4 E é uma tak muito bem Diogo.
Apresentador 5 As questões e 3.
Apresentador 5 Pá quanto se as?
Apresentador 5 AA próprias são melhores. Eu acho que também depende muito do da da empresa que está por trás, não é? Eu recordo-me. Eu recordo muito de da da sportzone, mas a própria Decathlon sim. Neste caso, aliás, era da sportzone. Eu recordo de uma vez, fui visitar o departamento de marketing da da parte da Sport Zone.
Apresentador 5 Tinha ganho um prêmio qualquer e então é eu aprendi e não saber disto que os produtos da marca deles é sofriam vários desenvolvimentos e tinham vários testes que estavam constantemente a testar aquele tipo. Um chila é que os calções de banho et cetera e depois é que dava um feedback EEEE que preparavam o teu produto para para o mercado, que na verdade deve ser assim. Toda A Gente deve lançar produtos e com essas que ele é, mas Eu Não tinha essa intenção na altura, é.
Apresentador 5 E acho que é algo que depende muito de quem está por trás não é lá está, ou seja, por exemplo, a sportzone, neste caso, neste caso em específico.
Apresentador 5 Era eram eles.
Apresentador 5 Próprios que estavam a fazer os testes, não é?
Apresentador 5 Eram eles próprios que tinham uma equipa de desenvolvimento daquele produto. O contrário não acontece. Por exemplo, quando sou eu simplesmente a comprar o produto.
Apresentador 5 Externamente não é. É como o caso aqui que tu deste o exemplo de Dan cake, onde alguém ia Dan cake não é o continente, imagina ia Dan cake e comprava 50 queques a exato pronto e era os queques e davam branding que que fosse.
Apresentador 5 Ou seja, não, não havia um teste, não havia um desenvolvimento neste caso, que parece muito pelo menos do que eu sei da marca e quot, do continente, o que foi uma marca desenvolvida especificamente a pelo continente e.
Apresentador 5 Há muito desenvolvimento por trás, é um grande investimento por por trás por parte do continente. Para desenvolver. É este produtos de uma forma mais ecológica. Uma forma mais sustentável é e consegue, acho que é muito, é mesmo a TV é por vários ativistas e ambientalistas AA por causa uma espécie de consenso entre ser um bom preço, qualidade em uma boa solução para AO mercado é de ter 111.
Apresentador 5 Uma solução sustentável não tão cara OKAEE mais recordo de não sei se.
Apresentador 5 Não disto a que eu acho que foi uma evolução muito gira. É que a marca branca do continente, aquela marca que era a mais barata, era uma marca que era um é azul, recordam se disso pronto e esse e essa era a marca mais barata e de pessoal. Depois é que vinha a marca continente que garantia ter uma qualidade maior e não ser a mais barata. OK era? Era quase a mais barata, mas não era a mais barata. AE era a mais bem.
Apresentador 4 Sim mas ali, mais ou menos.
Apresentador 5 Data e pelo que vamos, pelas pesquisas que eu fiz agora No No, no continente online e Eu Não encontro a marca é de todos já. Ou seja, parece que eu vou uma substituição.
Apresentador 5 Certa de que é alavancar a marca continente e deixar a marca continente com não só como AA de de de melhor qualidade, como também é a que acaba por ser mais barata quanto esse.
Apresentador 4 E tu já e já tens confiança na marca, numa marca com.
Apresentador 5 Neste caso, e há uma coisa muito engraçada, Eu Não sei se o se se a estratégia funcionou comigo, mas por eu ter conhecimento da marca, EE, por eu saber que é uma marca branca comercializada pelo continente e depois de ter a marca do continente, eu já tinha alguma confiança nessa nessa marca continente. Não é? É e nunca me foi uma ideia de se por ser mais caro, mas sim No No sentido de eles quererem proteger.
Apresentador 5 A sua marca.
Apresentador 5 É num produto onde estão a atribuir a.
Apresentador 5 Todo aquele branding que eles têm por trás, não é? EE, sempre vi essa essa, essa estratégia, a então isso mais quanto cê concorrência desleal é pá, concorrência desleal e voltamos aqui em sempre um pouco à conversa e quer dizer, voltar, não sei se já discutimos, mas eu eu penso que sim. AA questão das pilhas da Amazon não é a questão dos carregadores da Amazon de telemóvel. A questão de todos os produtos que de repente a Amazon vê que é uma trente Na Na Na comercialização daquele produto.
Apresentador 5 Vê que consegue ter aquele produto nas mesmas condições, o melhor e de uma forma mais barata e entra no mercado e absorve completamente do mercado.
Apresentador 5 É muito difícil Hoje em dia vocês irem a Amazon e não comprarem as pilhas da Amazon se estão à procura de pilhas, não é porque realmente é muito, muito mais barato, porque depois de repara acaba por vender numa escala ainda maior e conseguirem mais.
Apresentador 4 Melhor o marketing parecer como fria era uma espécie de. Vemos o ir para o mercado como sendo um marketplace a nível de produtos alimentares.
Apresentador 4 É que os produtos sumos e essas coisas todas achas que pode haver de concorrência desleal por parte dos grandes hipermercados faz as marcas?
Apresentador 4 Que tem que pagar para as tardes e as posições etc.
Apresentador 5 Sim, sim, ele não está. É uma questão. Eu acho que não é uma questão de concorrência desleal, não é? É uma questão de eles ganharem eles a marca 11 marketplace ou retalhista, não é? Neste caso, ganhar a confiança do utilizador, que teve que ser trabalhada e conseguir é se sobreporem isso agora é muito difícil, não é? Tu conseguias como uma marca reclamar junto do conte.
Apresentador 5 Andy é isso é para não para vocês, não podem comercializar pneus, então eu começo, eu comecei eles pilhas duracell são bem melhores para vocês, não podem, não podem impedir isso, porque tu é que estás a vender as tuas pilhas no local. Deus não é e aos é que estão a trazer muitas vezes os clientes, então é muito difícil isso isso, pois como é óbvio, acho que também foi um dos fatores que disparou, não é Oo Business tocante ciúme que acaba por acontecer Hoje em dia, não é onde o próprio, o próprio site da duracell já havendo.
Apresentador 5 Não sei se vende pilhas, mas é essa a ideia não é AA essa esse.
Apresentador 4 Passar por cima do canal de distribuição.
Apresentador 5 Passar pelo pelo retalhista não é por cima do retalhista.
Apresentador 5 Se nós formos ao site da Nike, da da Adidas etc. É nós conseguimos comprar o preço. É o mesmo que NOS retalhistas é verdade ou ou às vezes até mais caro, mas conseguimos lá comprar.
Apresentador 2 Entre na conversa idálio Tak.
Apresentador 3 Eu estava aqui. Ver é o conceito de marca.
Apresentador 3 O conceito de marca branca ou também conhecido como marca própria, porque esses nomes são, é.
Apresentador 3 Foi uma expressão que inícios na década de 1000 é desculpa em 1970, com a atribuição da asae contra a fiscaliza este produtos em Portugal só e nós estamos a ficar um bocadinho na tipologia daquilo que é vendido continente, mas na verdade há que formatos diferentes, por exemplo, os produtos do Pingo Doce são da marca Pingo Doce e eu recordo que uma que foi a primeira rede nacional ter certificação para este tipo de produto de marca própria. O continente vende produtos continente, mas também tem marcas que vem com exclusividade, que é o caso de Maio.
Apresentador 3 A malibu TI eu fui dar uma formação do intermarché e foi aí que me alertaram precisamente para uma conjugação que existe semelhante ao Intermarché Lidl.
Apresentador 3 Que é a.
Apresentador 3 Não, no caso do líder, não tem marca Lidl. Ele vende marcas exclusivas, marcas de produtos de cuidados de.
Apresentador 3 Com maquiagem que é ciente no cais do intermarché. Aí é o caso mais abrangente.
Apresentador 3 E qual foi o objetivo é não ferir a marca, porque onde é que é o problema? Imagina compras um produto entre aspas marca continente e acontece alguma coisa que não é positiva? EE, isso acaba por manchar a marca. Neste caso, isso, recordo-me que isso foi estratégia. No entanto, mais cedo para turras, por exemplo, e assim são imensas marcas, boa pesca para Quito, a marca por si que já é um bocadinho mais alinhada com o termais CA lei dele. Enfim, se não passar aqui a publicidade no fundo, só para dizer que eu estava aqui.
Apresentador 3 Para um outro dado.
Apresentador 3 Quanto que isso é interessante para as é que também é bastante recente, que mostrava que é o interesse das pessoas pelas marcas brancas. Aumentou. ISTO é o que, na prática, só recuperando que a informação exato é segundo à sai em 2020, o interesse era de 5% e agora está em 30%. Qual é que é o principal?
Apresentador 3 Fator por isso pronto e.
Apresentador 4 É pá, Eu eu tenho dificuldades em acreditar que sim, que era 5% só.
Apresentador 3 É manter nem.
Apresentador 4 Pois eu gostei que se valem, valem, não é? Obviamente, mas eu tinha a percepção que já havia muito mais gente a comprar marca.
Apresentador 3 Possivelmente, não sei.
Apresentador 3 A estou só aqui a partilhar uma não.
Apresentador 4 Mas obviamente, claro, não, não estou a meter.
Apresentador 4 Em causa o estudo.
Apresentador 3 Hã, então mas eu liguei a gente mete lá no grupo também, porque a tua dúvida pode ser de outros.
Apresentador 3 Em resumo, eu acho que é é um bocadinho só se humanizando um bocadinho que você estava a dizer. E a construção de marca no mercado em massa começam a ver a inovação de produtos e na por cima, com margens brutas excelentes. A eu estava aqui a ver na McKinsey que as margens brutas.
Apresentador 3 Além do crescimento estável, quando eles começam a perceber que o produto está sempre a vender, conseguem ter margens brutas à volta dos 25% é brutal. Eu moro em Benfica no bom dia Benfica, que é a marca de supermercados mais pequenos. A entrada para o supermercado é só produtos de marca continente. Portanto a, ou seja, há aqui uma parceria estratégica de tentar na porta de saída ou de entrada. Aqui a pessoa acaba por fazer uma espécie de apelo ao Cross sell e depois desta construção de marcas, neste caso ou de marca própria ou marca.
Apresentador 3 Bolo com o carimbo da própria empresa de.
Apresentador 3 Rádio que no fundo, o que vai fazer aqui, na minha opinião, é eliminar kush do modelo operacional. Minha mente, centralizar o Martin e consolidar mercados com crescimento orgânico pós aquisição, porque já está pessoas já conhece compra.
Apresentador 2 Muito bem bom, depois de ter estas intervenções, se não conseguirmos nenhum Patrocínio, quer de intermarché continente em docile.
Apresentador 2 A bom dia, boa tarde e boa noite. Eu acho que não.
Apresentador 2 Muito bem, obrigado Miguel pelo Tema, obrigado também pelos vossos comentários antes de passarmos ao próximo Tema, vamos deixar só aqui a partilha para quem? Na quem está a ouvir pela primeira vez que nós temos uma excelente ferramenta de comunicação e entre os ouvintes do do nosso podcast que é o nosso Grupo do WhatsApp e como é que podem aceder a ele através do LINK W ponto marketing por idiotas.pt?
Apresentador 2 Através deles tem com você diretamente ao grupo e ficam lá. É é a pessoa discutir EE partir das nossas visões daquilo que nós falamos aqui no.
Apresentador 2 Nosso podcast o.
Apresentador 2 Que é que o grupo também tem? É exclusivo que não encontro em mais lado nenhum.
Apresentador 2 Nem no Pingo Doce é um neste caso esta semana vamos deixar um link é 11 link exclusivo que os vai ajudar é nesse caso, é um isso, é um tutorial sim, eventualmente um tutorial de como criar 11 alerta de abandono no checkout é nas nossas páginas, portanto vários primitivas criarem um.
Apresentador 2 Que aparecem ao utilizador, querem mobile, querem desktop sempre que ele tentar sair da página e não estamos a falar daquele pop-up que aparece quando o rato sai do de fora do ecrã também falar de uma coisa mesmo hardcore em que vos aparece à frente do ecrã e que vocês não podem ignorar que NOS indica que vocês ainda não terminaram o de preencher um formulário de inscrição ou então eventualmente até um determinado processo de checkout.
Apresentador 2 Portanto, vamos deixar em exclusivo no nosso Grupo do WhatsApp o link para o tutorial de como adicionar um alerta de abandono checkout ou outra página com o boletim Manager.
Apresentador 2 Portanto, vai lá ficar o link muito bem, Diogo, vamos ao Tema.
Apresentador 2 Depois também falar de marcas, mas noutra situação.
Apresentador 5 E é numa situação de guerra, não é? Eu acho que depois daquilo que falámos há no episódio passado No No e foi no dia em que se não estou em erro, tinha a começado toda esta guerra entre a Rússia e a Ucrânia. A acho que vale a pena ver aqui, olharmos aqui um pouco para aquilo que falámos um haha. Na verdade, No No último episódio, para quem não ouviu, vale a pena ouvir. AE houve bastante discussão até no nosso Grupo do WhatsApp.
Apresentador 5 Ela, aliás, várias das coisas que eu vou falar aqui em pouco foram partilhadas pelo Grupo.
Apresentador 5 WhatsApp AE ao qual agradeço a Toda A Gente que partilhou EEE no fundo aquilo que eu queria fazer aqui um pouco era a vermos aquilo que as marcas neste momento estão a fazer mediante este a mediante este conflito, não é mediante esta guerra me chamar o que é AEE avaliarmos um pouco percebemos, queria um pouco a vossa opinião, uma nota de 1 a 10, Toda A Gente participa okapa a mediante cada uma das empresas que eu vou falar aqui, portanto vou falar aqui sobre uma empresa e aquilo que elas estão a fazer.
Apresentador 5 É em relação como se estão a posicionar, OK? Em relação a esta esta guerra, sim, pode ser.
Apresentador 2 A desculpe não começou.
Apresentador 1 Eu 5. A rir.
Apresentador 4 Marca, continente.
Apresentador 5 Agora faltava musiquinha verdade?
Apresentador 2 Então vamos, vamos ao jogo e quando quiseres, arrancaria.
Apresentador 5 Vamos a ISTO primeiro a Disney, a Disney vai posar todos os lançamentos de filmes e para o Disney plus a vai posar todos os lançamentos de novos filmes na Rússia. O que é que vocês acham em termos de impacto?
Apresentador 5 De 1 a 10.
Apresentador 4 Então, pode ser a primeira. Eu acho que é zero e digo isso não ajuda em nada a causa e isso é simplesmente.
Apresentador 4 Atingir crianças russas não tem nada a ver com este conquistar a passar.
Apresentador 5 Rápido tem que ser rápido, tem que ser rápido, então tá bom.
Apresentador 4 Então, mas só mais uma coisa muito mais positivo era eles darem gratuitamente às crianças ucranianas que estão neste momento em filas de espera, estão nas caves fechados, ISTO é uma ação completamente estúpida por parte da Disney Plus.
Apresentador 3 Aos 20, vocês não viram a cara do Miguel, mas o Miguel se tivesse agora aqui alguma coisa à.
Apresentador 3 Frente da partilha tudo.
Apresentador 4 Eh eh Pá, este assunto, toca-me pá de uma forma incrível, mas já continua desculpa.
Apresentador 5 Bar em frente.
Apresentador 3 Eh pá, EU só para contrariar, vou dar um 10 a qualquer coisinha pequenina que neste momento possa infligir tristeza e frustra.
Apresentador 3 Não é ao lado que não se está a comportar como devia nota 10.
Apresentador 5 Hoje ótimo é Ricardo.
Apresentador 2 É sim subscreve 10 porque é preciso de perceber a Visão do do Miguel é do lado ucraniano morrer crianças para tentar, acho que nem sequer sempre guardado é muito tanto desculpa, Miguel, muito tempo.
Apresentador 3 Agora Miguel boa.
Apresentador 4 É pá, desculpa. Eu sei.
Apresentador 5 E ela já vai, já vai já vai embora.
Apresentador 2 Para terminar isso 2 + 3 mais aqui 2 + 3 mais.
Apresentador 3 Primeira marca de Moitas Miguel que tu controla-te meus.
Apresentador 5 Então vá a.
Apresentador 5 A Net Flix OKA Netflix diz que tem AOA obrigatoriedade que tinha de apresentar canais russos dentro do seu sistema. OK, que é uma lei dentro da Rússia que, para quem tem mais de 100000 ou 200000 subscritos.
Apresentador 5 É, eles têm que apresentar canais russos também lá, OK do Estado IA Netflix recusa a seguir essa regulamentação. Miguel.
Apresentador 4 Há aqui já dou um aqui já dou 1110, porque acho que a Netflix não tem de servir de sistema de propaganda, mas não, não dão 10, eu dou 16 e vou dizer porquê? Porque a Netflix já se devia ter imposto antes disso, ó pá, ou seja, a Netflix é um canal aberto de de de democracia. A Apple suspende as vendas Na Na Rússia a Google nas vendas da Google, Facebook e Twitter para falar de da Flix.
Apresentador 3 Quer dizer, Toda A Gente suspendeu.
Apresentador 4 Mas Eu Não.
Apresentador 5 Nem Toda A Gente suspendeu as vendas. Atenção.
Apresentador 4 A questão aqui, não. A Netflix continua a vender lá, simplesmente não vai passar os canais do governo foi que eu percebi.
Apresentador 4 Isabel pronto, eu acho que sim, que não deve, não deve, não deve passar os canais do governo e nunca devia ter passado, na minha opinião.
Apresentador 3 Nem vender para lá.
Apresentador 4 Ou vender para eh pá Ó, eu acho que devia devem continuar a.
Apresentador 4 Vender para lá na mesma?
Apresentador 1 Por quê?
Apresentador 4 É pá, porque sim, oiçam primeiro, porque sim, desculpa Eu Não ter o povo não tem responsabilidade ou tem alguma pronto? Mas eu. Mas o os russos não vivem em democracia.
Apresentador 5 Ouve, não tem?
Apresentador 3 Que mais?
Apresentador 4 Os russos vão ver Se Eu tinha uns 5.
Apresentador 3 Querer que as pessoas ficam revoltadas, porque isso?
Apresentador 5 Vá gente, vamos avançar, temos que avançar. Temos que temos muitas marcas. Bora lá, Fred tua pontuação.
Apresentador 3 Isso na prática.
Apresentador 3 Do que de desculpa a de tanto sentido assim é menos deve.
Apresentador 5 Um a 10 da Netflix.
Apresentador 3 Ser DSK.
Apresentador 2 Desculpa muito rápido, Diogo é o impacto que tem no quê na.
Apresentador 2 Já a decisão no impacto na população.
Apresentador 5 Conflito não é sociedade, não é?
Apresentador 2 Russa, no sentimento, no conflito.
Apresentador 2 Pronto o impacto de deste Netflix é zero, porque eventualmente já ninguém na Netflix e a porcaria desses conteúdos estatais, portanto, impacto deve ser bom.
Apresentador 3 A quota de mercado.
Apresentador 3 É perto disso.
Apresentador 5 Bom ponto é um ponto, então vá em relação à Shell é e não se esqueçam que ISTO tem que ser uma nota de 1 a 10 as ela anuncia.
Apresentador 5 Que é irá terminar é o tem o intuito de determinar todas as joias joint ventures OK com a empresa estatal russa que controla o gás, a Gazprom, Miguel a. Eu acho que deviam pausar temporariamente, até para que essa crise passe perceber o que que vai acontecer e se há uma mudança de regime no lado da Rússia, nao?
Apresentador 5 De uma, 10.
Apresentador 4 Miguel é pá 6 estreita alto Eu Não concordo com.
Apresentador 3 ISTO olha esse aqui é Denis tem que ir para casa. Ontem, o programa de Paulo Portas de fogo disse. OK pronto.
Apresentador 3 Isso corresponde a 2,1.
Apresentador 3 1000 milhões de dólares é um investimento brutal, só uma nota e com isso passa a palavra.
Apresentador 3 Até sexta-feira, Portugal vai receber um navio russo com gás. Portanto, é assim, ISTO é metido.
Apresentador 4 Vamos vencer Diallo, vamos incendiá-lo, não é?
Apresentador 3 Pronto lá está?
Apresentador 3 40% da Europa e está dependente do gás russo, mas temos que Tomar uma decisão ou continuamos a alimentar a guerra deles ou então paramos EE, os preços aumentem a gente.
Apresentador 3 Aguenta um bocado.
Apresentador 5 Qual é a tua nota? Fred? Desculpa.
Apresentador 4 62 desde desde um banho de água.
Apresentador 2 Fria zero enquanto forem intenções, é zero. Segue Óssa incrível, sim, hora.
Apresentador 5 Então a meta, o que é que a meta está a fazer? A meta tem uma equipa, mete a fazer várias coisas, OK? Eles anunciam que tem um.
Apresentador 5 Um rl apenas com todas as notícias daquilo que estão a fazer em relação a esta guerra a, mas os principais são ter controladores de conteúdo.
Apresentador 5 Hã por parte na Rússia e na parte de da da Ucrânia a também adicionaram uma opção de segurança que permite que os ficheiros que os perfis fiquem.
Apresentador 5 Anónimos, ou seja, ninguém consegue ver os vossos amigos e ou informação que vocês lá tem OKEA que podem ligar essa opção. Está bom? É uma opção na Ucrânia, EE, estão a ter um pronto, estão a fazer várias, várias coisas em relação à ao espalhar da da Miss in Formation. Não é de tudo o que não for confirmado a então tudo o que for desinformação, eles têm equipas AA reverem sempre conteúdo.
Apresentador 5 Sistematicamente para a avaliar esse conteúdo.
Apresentador 4 Miguel EU dou 8 é porque acho que é importante para o para o tiro. A privacidade do dos ucranianos.
Apresentador 4 Estou a fazer o repórter guerra através das redes sociais, só dou 8, porque não acredito que o Facebook é pá tudo o que respeita a bloquear conteúdo etc. Não acredito na competência dias para fazer isso como deve ser, mas mas sim 8 frete.
Apresentador 3 Eh Pá 10 sem comentários.
Apresentador 2 Que era a sexta lá.
Apresentador 2 É 6 é isso impacto 6 sim boa.
Apresentador 5 OK.
Apresentador 4 ISTO no final, ISTO no final, vai dar assim um resultado.
Apresentador 4 Tipo, se nós somos a favor da.
Apresentador 4 Da Rússia ou da Ucrânia?
Apresentador 2 Observador para dar sempre iniciativa.
Apresentador 2 Um liberal.
Apresentador 5 Bora aqui um pouco é pá, eu vou passar aqui umas umas marcas à frente, porque são muitas marcas e há muitas coisas de que as marcas estão a fazer. O YouTube está AA retirar o Rio de todos os canais que sejam a russo.
Apresentador 5 Temporariamente em tudo o que seja, não são todos os canais russos, mas é aqueles que estão é flag como possíveis a canais de desinformação.
Apresentador 5 A Microsoft está a trabalhar diretamente com o Governo ucraniano, Estados Unidos e Europa é especificamente sobre questões de Cyber tex.
Apresentador 5 Quem a ataques cibernéticos que existiram logo no dia em que começou a guerra e que a Microsoft reportou, aliás, se o vosso computador entretanto, tiver reiniciado NOS últimos dias, tem a ver exatamente com um update de malware que aconteceu no a na Microsoft e agora quer falar aqui um pouco sobre as marcas portuguesas, onde AGASA adicionou cores no seu edifício de apoio a MEO e ISTO foi partilhado No No no nosso Grupo do WhatsApp. A mel deu telefonemas sem roaming.
Apresentador 5 Sem taxa de roaming para a Ucrânia, o Activobank também removeu as taxas de.
Apresentador 5 Transferências não é de dinheiro para para contas ucranianas. O continente fez um post no Instagram lá boa.
Apresentador 5 E a control a control também fez um post No No no Instagram de apoio.
Apresentador 3 Não estás a comentar quem fez post, por favor?
Apresentador 5 Não pronto, sim, agora a minha, a minha questão é agora eu vou dar aqui várias empresas e eu quero que me digam uma só tem que me dizer uma.
Apresentador 5 Que fez alguma coisa?
Apresentador 5 OK são várias empresas portuguesas e eu quero que vocês me dêem uma destas marcas. Qual destas marcas aqui? Ham fez alguma coisa? Há em relação AA guerra ou se manifestou em relação a este assunto? OK, então temos o Pingo Doce, é EDP, a Galp, a TAP, a Repsol, a navigator, a worten, o intermarché de alhos vedros é o IC a.
Apresentador 5 A super bock e a Coca-Cola OK Miguel, qual destas marcas? Se tu pensas que se manifestou de alguma forma de apoio em relação à Ucrânia ou se manifestou em alguma forma em relação a esta guerra?
Apresentador 4 Olha, não faço ideia, sim, sinceramente não vi nenhuma manifestação de nenhuma dessas marcas. Se Eu tivesse de adivinhar alguma, eh pá, não, talvez a lá o intermarché de diários, tipicamente essa loja.
Apresentador 5 Boa, Fred.
Apresentador 3 É pá é assim, confesso que a tua pergunta fica um bocadinho admirado, eu aposto na TAP.
Apresentador 5 OKA, Ricardo.
Apresentador 2 Muito rápido, portanto, destas toda achou uma que fez.
Apresentador 5 Seria essa a ideia, OK, não tens confirmar se não se pode ser, eu vou no intermarché de alhos. Vedros um, não sei, eu vou no outsider reportar que oficialmente e eu fui a todos todas as as redes sociais destas marcas. Eu fui a todos os site destas marcas confirmar, OK. Até à data de Hoje, dia um de de Março, OK, nenhuma destas empresas.
Apresentador 1 Quai qual.
Apresentador 5 Tem nem o intermarché de alhos. Vedros, ISTO foi só para vos vos meter aqui 1111 partida não é? Mas nenhuma destas marcas se mencionou, mencionou qualquer coisa em relação a esta a esta guerra, pelo menos a na até ao momento. OKE, que esteja publicado ou nas redes sociais ou no site, OK. Por último, deixem-me só dar esta a desmentir ISTO.
Apresentador 5 Que a houve 11 falsa notícia de que a porta estava a bloquear o acesso a na Rússia. Ia dizer qualquer coisa que não, não, não. Neste momento não estava ao serviço disponível. AE, que a ideia é que, segundo o nosso WhatsApp que eles agora teriam um problema entre mãos os russos, mas é é uma notícia falsa, OK? Na verdade, a pornografia a do pornhub continua ativa na Rússia.
Apresentador 5 E ISTO, não sei se querem comentar alguma coisa. Desculpem, ISTO ficou um pouco longo. Não era a minha intenção.
Apresentador 4 Eu quero, eu quero fazer aqui um comentário Zinho, é pai. Eu acho que existem 3 formas das marcas de estar marcando um presente agora neste neste conflito, o que existe é a forma passiva que é emitir um expulse, acender umas luzinhas lá Na Na roda-gigante pronto que é por aí mostra que o apoio e não existe que acho que exista forma positiva que as empresas oferece serviços extra gratuita, povos afetados e este é o que eu gosto mais e acho que é o que faz mais sentido, ou seja, o PIN doce.
Apresentador 4 Essas marcas vão estar enviar a comida para lá gratuitamente. Por exemplo, é aqui do aplauso a mel e ativam que tu falaste.
Apresentador 4 Acho que é positivo.
Apresentador 4 E para terminar, eu acho que existe a ação negativa, que é cortar de serviços aos invasores. A eh pá de uma forma parva, ou seja, existem, existe o Governo, existem as empresas que compactuam com o Governo, mas depois existem pequenos negócios que não têm nada a ver com ISTO.
Apresentador 4 Existem as pessoas que não têm nada a ver com a guerra às mães de familiares, de soldados, etc. Eh, Pá, Eu acho que é uma estupidez este da Disney.
Apresentador 4 Para mim, eu acho que é a maior estupidez de sempre. Eles podiam ir pelo positivo Como Eu referi anteriormente.
Apresentador 2 Estavas a falar dos negócios da da Ucrânia ou da Rússia? Não tem nada a ver, como assim?
Apresentador 4 Pequenos negócios na Rússia também não tem.
Apresentador 2 Não, Hoje acho que contratarem coisa chocolate tu não agitar a sociedade russa. Como é que vais acabar? ISTO é, é.
Apresentador 4 Nada a ver com ISTO?
Apresentador 4 OE agitar a sociedade russa é cortado Disney paz aos miúdos.
Apresentador 2 Isso não. Essa é bloquear completamente a economia para que não funcione, para que eles percebam que Oo lado errado da história deles, não, ela não é dele.
Apresentador 4 Eh Pá, desculpa lá esta tarde.
Apresentador 1 Mas mas o povo o.
Apresentador 4 Russo já se está a manifestar?
Apresentador 2 Contra ISTO, já não pronto, tem que continuar em continuar em continuar a ser presos, certo?
Apresentador 4 Jaciara Estado já estamos também já estão se fez. Oo.
Apresentador 2 Miguel, não, não, tu não podes ter um ditador a governar te eficaz e para virem dizer, ***** então agora estou aplicando, tem nada a ver com isso.
Apresentador 2 Pá Oi.
Apresentador 4 Não é, não é isso que eu?
Apresentador 4 Estou a dizer, mas a.
Apresentador 2 Miguel e os filhos dos russos são os filhos, os netos dos russos que estão a ir para a Ucrânia disparar armas e mísseis. Pá, como é que isso não é desculpa lá?
Apresentador 4 Se exatamente exatamente mas desculpa lá um miúdo de 2 ou 3 anos. Tem alguma coisa a.
Apresentador 2 Ver com ISTO é que pressionar os pais.
Apresentador 2 E perceber porque?
Apresentador 2 É que está a acontecer, é que a Rússia.
Apresentador 4 É birra que ele vai fazer?
Apresentador 4 É pá fogo, está bem?
Apresentador 2 Temos que agir está numa sociedade Miguel e ou ignorar ou é isso é completamente irracional que acha quer dizer, de um lado, morrem pessoas do outro lado, ai tirar uma Disney a parte lá acho que tem que.
Apresentador 5 Não é isso, mas eu acho. Eu acho que.
Apresentador 2 Não é essa história?
Apresentador 2 Promissora isso mesmo, muito Coração falarem de questões do tipo, a sociedade não tem nada a ver com a guerra, é completamente do tipo Debora.
Apresentador 2 Demitam se vosso pensamento, porque vocês só andam aqui, é para rutin ar, não é? E os governantes é que sabem mais do.
Apresentador 2 Que vocês e deixem lá na guerra.
Apresentador 4 Não pode, mas não pode ser a todos os níveis. Não pode ser a todos os níveis.
Apresentador 2 Não tem que ser todos e mais alguns, porque sinceramente, eu era mesmo de cortar a água aos russos até que os Gajos fossem Lau.
Apresentador 5 Ou ao Público.
Apresentador 2 Olá senhor, está o Putin pegar 2 chapadões bem dados, como dava o Vítor Espadinha ao Putin tirar o gajo de lá e a seguir, continuamos a conversa não é o gajo que está a fazer. Desculpem lá ISTO agora, completa.
Apresentador 2 Com o que ele está a fazer, pá, é completamente exame do sério. Desculpa é que nem sequer é comparável Oo tipo de coisa, isso isso de acho.
Apresentador 4 Pode ir, não se pode ir, Miguel.
Apresentador 4 Estaremos desculpa lá, não é?
Apresentador 5 Não é?
Apresentador 2 De milhões de refugiados de pessoas que estão a sair a abandonar as suas casas, os seus negócios, tudo era tudo de 1 dia para o outro. Não há hipótese e os outros?
Apresentador 2 É a Netflix, Eu Não tenho culpa.
Apresentador 4 Oo, Ricardo não é, não é uma democracia. Olha, eu concordava com esse tipo de situação, mais facilmente concordava. Apesar de não concordar esse passo, você, os americanos, a fazer isso.
Apresentador 4 Porque vivem numa espécie de uma democracia, agora na Rússia é uma ditadura autêntica. Eles não ia, pá.
Apresentador 2 E então, portanto, tendo uma ditadura tão perdoados, podem desculpa. Lá estávamos aqui a maçar vos a valorizar o roubo e a digo, Olá.
Apresentador 4 As vidas são.
Apresentador 4 Acolhidas as vidas são válidas dos 2 lados e a expirar, dizem, Pode estás vivo do outro, não estás?
Apresentador 2 Pois mas num laço.
Apresentador 4 Mas cortar dizer ao em vez de cortar e dizem prazer oferecer dizer play gratuitamente aos povos afetados, por que atendi pela negativa?
Apresentador 4 Viva a eh pá para miúdos de 2 e 3 anos não podem ver, é pá, não sei.
Apresentador 1 A mulher discutindo.
Apresentador 2 Eu Não sei, e mandar para lá dólares para a Rússia também não merecem. Pá. Agora, desvalorização do rublo.
Apresentador 4 Olha é completamente diferente para distorcer completamente estás a distorcer completamente ISTO tudo é pá.
Apresentador 5 É pá o Ricardo disse, nada, sim.
Apresentador 2 Então, desculpa lá, Miguel, tu acabaste de ser, então quer dizer, os russos agora, em vez de pagar a Disney, também são afetados pela guerra, porque acho que eu lá uma não foi uma bomba, foi.
Apresentador 2 Uma fins Gui mandou uma pedra e acho que o russo, eu também não quero agora.
Apresentador 2 Estar aqui ver.
Apresentador 5 Nesse deputados, Senhores Deputados, eu acho que temos que temos que focar aquilo. Senhores deputados, temos que focar aqui o Tema.
Apresentador 5 Temos que focar aqui na Terra, se calhar é eu, eu dava a palavra aqui ao Ricardo para voltar aqui a controlar a emissão.
Apresentador 2 Desculpa. Não, não, amigo, é a.
Apresentador 2 Última pessoa que pode dar.
Apresentador 2 A palavra mas.
Apresentador 2 ISTO está completamente.
Apresentador 3 Ganhou fundo. De frente, então a.
Apresentador 4 Seguir aqui de mediador entre as 2 partes.
Apresentador 3 Eh pá é é a única forma de mediar. ISTO é mudar de assunto.
Apresentador 5 Exato agora vamos a isso, então frente qual é o teu tópico esta semana?
Apresentador 3 Bom é um tópico, não tem dada rigorosamente a ver, mas.
Apresentador 2 É bom. É bom.
Apresentador 3 Antes pronto, mas pronto aos ouvintes mantêm-se ou então mantêm-se. Então o meu Tema de Hoje é sobre o shopify. Saíram os resultados financeiros? É e qual é que é o futuro deste software e também no contexto do mercado português no longínquo ano de 2004 existiam muitas peças rudimentares de acessar as para gerir um site de e-commerce, na altura em que os anúncios eram baratos, belos tempos.
Apresentador 5 Tem que ser tem que ser.
Apresentador 3 Bom mas para vos situar 2004 foi o ano em que no jogo da final de 2000 e do Euro 2004, Portugal perde a Grécia, um a zero. Portanto, até aqui não está a melhorar muito o mude a cara.
Apresentador 3 Do Miguel e do Ricardo, mas foi quando tu dizes luto que construiu a sua loja de semi aberto, senão board. Em 2006, este jovem aprimorou o software de gestão do seu e-commerce, alargou a utilização outros comigo?
Apresentador 3 Antes, Toby é Hoje fundadora e siga ou do software que agrega Hoje 3,6 milhões de lojas em todo o mundo e dá pelo nome.
Apresentador 3 Da Shopify. Com.
Apresentador 3 Lucros reportados da semana passada de 2,9 1000 lucros. Vou repetir lucros 2,9, 1000 milhões de dólares.
Apresentador 3 A empresa tem sido no candidato bom para vos situar 2006 foi o lançamento oficial do Twitter ou caríssimo ouvinte se chegou até aqui, não sabe nem nunca ouviu falar da shopify. Resumidamente, é um software, uma plataforma de comércio que permite iniciar, criar e gerir.
Apresentador 3 Uma loja online.
Apresentador 3 O software é baseado no modelo de subscrição, tem 5 planos e o primeiro plano mais ou menos começa NOS 29 USD por mês. Ora bem, existem então várias tecnologias que sustentam o e-commerce.
Apresentador 3 Em relação à quota de mercado mundial, em primeiro lugar, surge em com 30%, ou o Commerce checkout, que é por acaso?
Apresentador 3 Que eu tenho.
Apresentador 3 A em segundo lugar a shopify, com 18% e depois ama gente com 9.
Apresentador 3 Mas o perfeito tem 4235 lojas registadas em Portugal e, conforme referi, há pouco 3,6 milhões de lojas no mundo inteiro. ISTO de acordo com a build with e confirmado pela shopify.
Apresentador 3 Curiosamente, em Portugal, quando?
Apresentador 3 Se vocês respeitarem utilizar o Word PRESS.
Apresentador 3 É possível ver claramente que as pesquisas relacionados com o pai são muitíssimos superiores, comparado com outros outras tecnologias. Portanto, na tuga landia, em primeiro lugar tem, temos então um chopp e em segundo lugar, o Commerce.
Apresentador 3 Em terceiro, a gente o presta shop e-commerce, que são normalmente players mundiais com relevância mal aparecem e mal são utilizados em.
Apresentador 3 Uma brevíssima categorização das lojas shopping foi em Portugal só por curiosidade, 23% das lojas vendem produtos de vestuário.
Apresentador 3 5% beleza e fitness.
Apresentador 3 E outros 5%, curiosamente, de casa e Jardim são alguns exemplosassange.pt, que é uma loja de roupa depuralina a de produtos.
Apresentador 3 Pra Emagrecer Sky Lovers que é uma loja especializada em produtos, papel a marcador, livros, enfim, já perto do fim, só queria dizer que a meta.
Apresentador 3 A mãezinha do Facebook tem investido bastante comércio electrónico, lançaram as lojas do Facebook tens o pifar como o seu parceiro de escolha que alimenta os recursos de checkout e processamento de pagamentos nas lojas.
Apresentador 3 Em 2021, os comerciantes com contas empresariais da rede Tiktok começaram a com produtos à venda através de um link direto para o checkout, da loja da shopify. E isso aconteceu também com a Spotify, dando assim a possibilidade aos artistas de direcionarem aos ouvintes para compras nas suas lojas.
Apresentador 3 O que é que o confronto que a grande alteração que remete aqui para a pergunta que eu quero fazer, este ilustre painel?
Apresentador 3 E nós temos vindo a falar em vários conteúdos. Key pelo mudou fundamentalmente as regras do grande jogo da publicidade de uma forma muito profunda.
Apresentador 3 Quando o Facebook eu na bolsa.
Apresentador 3 As ações da bolsa.
Apresentador 3 Imaginem que é que caiu na valorização do mercado?
Apresentador 3 Todos os parceiros. Que foi que aconteceu o Spotify, que perdeu? Infelizmente, embora tivesse muitos lucros reportados, perdeu a valorização do mercado. Portanto, o que é que eu acho? Eu acho que a shopify.
Apresentador 3 Precisa de assumir aqui a recolha e a gestão de dados e começar a fazer publicidade, precisamente porque são uma entidade muitíssima, bem posicionada para fazer.
Apresentador 3 Tem os dados certinhos da conversão. Eu acho que, honestamente, esta nova área.
Apresentador 3 Seria uma boa.
Apresentador 3 Lufada de ar fresco para se afastado da dependência dos parceiros. A minha pergunta é esta, concordo com ISTO? Ou seja, acham que agora a shop efi?
Apresentador 3 Que já tem os pilares montados, já tem 3,6 milhões de lojas. Devia abrir caminho a um novo ramo da publicidade ou é preferível manter-se fiel ao seu core Business na criação e gestão de lojas e talvez expandir arranjando novos parceiros? Muito Bem, Miguel, estás aqui na lista também já.
Apresentador 2 Estava chato nada.
Apresentador 4 Ainda estou, ainda me deixas de falar.
Apresentador 2 Tens de 5 minutos, Tens 5 minutos?
Apresentador 4 Mas essa discussão toda?
Apresentador 4 Olha frente, desculpa lá e Eu Não consegui perceber muito bem qual é o modelo de publicidade. É Spotify a ajudar os lojistas a shopify, ajudar os lojistas a venderem publicidade NOS seus nas suas?
Apresentador 2 Só porque?
Apresentador 4 Lojas ou eShop e fazer publicidade às lojas dos lojistas.
Apresentador 3 Portanto, seria por aproveitar a rede de lojas 3,6 lojas que tem.
Apresentador 1 Eu vi OC.
Apresentador 3 Certo e tornar aquilo 11 espécie de Google adsense ou seja.
Apresentador 3 Queria uma estrutura, não é para que outras pessoas possam anunciar na rede os lojistas.
Apresentador 1 Está bem?
Apresentador 4 A, eu acho que pronto. Em primeiro lugar, a relação da Spotify com com a meta, o Facebook, eu acho que é uma relação shopify.
Apresentador 4 Agora estou com essa. Eu acho que eu acho que é uma relação perigosa, até porque o passa a ser uma relação de dependência, ao passo que se deu mal.
Apresentador 3 OK.
Apresentador 4 A já de chopp e fica começa a poder ficar dependente do Facebook ou pelo Facebook. Mais tarde, coluna os serviços e fica com ele.
Apresentador 4 ISTO é um jogo perigoso.
Apresentador 5 Como foi no início, não é o início da Shopify. Eles estavam dependentes do Facebook até que, depois de repente, as OP deixou de ter importância.
Apresentador 4 Eles tiveram que evoluir exatamente, ou seja, a eu acho que em primeiro lugar, o Spotify deve Spotify, as shopify deve pensar NOS clientes que são os lojistas e o negócio das shopify é ajudar os lojistas a fazerem V.
Apresentador 4 Há basicamente se na minha loja eu vou ter anúncios para outras, para outras lojas e para outras outras empresas.
Apresentador 4 Isso é uma distração que afasta tanto da conversão que tem de ser feita naquele momento, naquela loja, por isso eu acho que.
Apresentador 3 Não é positivo, mas imagina que além do lado Defense asobi faz isso porque repara, eu falo aqui. Publicidade publicidade em geral.
Apresentador 4 Eu acho que poderia.
Apresentador 3 Agora ajudam os pequenos empresários a fazer esse investimento a controlar, porque eles controlam no final.
Apresentador 4 Ele, eu acho que poderia ser interessante se eles tivessem uma espécie de um serviço self service que ajudasse os pequenos lojistas a fazerem a publicidade noutros canais de de comunicação, ir no Facebook, no Google etc.
Apresentador 4 Eu acho de uma vertente de eu na minha própria loja, que já tem um tráfego limitado e que eu tenho que pagar por esse tráfego, se não, ele não vai aparecer.
Apresentador 4 É eu ainda ter de lado distrações que levem as pessoas para outros sítios, mesmo que eu ganho alguns cêntimos com por cliques ou qualquer coisa, eu penso que é uma distração do objetivo principal.
Apresentador 4 Eu acho que tem que ser bem visto for como um Google adsense eu acho que não faz sentido e mais valia a shopify não se meter nisso.
Apresentador 2 Muito bem, Diogo, a desculpa.
Apresentador 4 Miguel, não, não, não, não, não, Ricardo, está bem.
Apresentador 2 85 minutos.
Apresentador 2 Já gastaste 3, portanto, aguardar 2, ainda dizer adeus e até amanhã bem, então.
Apresentador 5 Deixa-me só adicionar ISTO que OA nossa audiência não sabe, mas todos nós estamos a beber um shot de cada vez que damos que dizemos Spotify em vez de shopify.
Apresentador 2 Porque ela já vai na segunda garrafa? Sim de vodka.
Apresentador 4 10 meus então Ricardo desculpa, tu vais queimar as voltas todas tens aí em casa, OK?
Apresentador 5 Enfim bem.
Apresentador 3 Exórdio está qualquer.
Apresentador 5 Coisa então, é pronto, só para dizer, eu acho que não vai haver nenhuma, nenhum, nenhuma é network. Eles estão a utilizar, sim, esta informação de todos os utilizadores, mas na sua aplicação e ao qual chamam shop OK, que podem instalar, no entanto, em Google Play, como no na época, o store não é a onde vocês têm, na verdade, uma espécie de loja de todas as lojas.
Apresentador 5 OK, então vocês podem comprar de qualquer loja que esteja inscrita pelo or dentro do do shopify não é feita por shopify.
Apresentador 5 E vocês podem comprar qualquer produto se essa loja tiver lá inscrita nessa nessa aplicação e eu acho que vai utilizar muito essa informação sim.
Apresentador 5 Tem muita informação perfeita, imensa informação sobre sobre encomendas e sobre a usabilidade do utilizador. Portanto, em princípio, vocês até podem a.
Apresentador 5 Eu tenho muito essa noção de que a shop o shopping deve ter pelo menos o check out, o mais otimizado do mundo, portanto, a informação ter.
Apresentador 5 Se não se.
Apresentador 5 É está está Amazonas shopify, sem dúvida.
Apresentador 5 EE sim, eu acho que isso nunca vai acontecer, até porque o modelo deles é tão bom. Eles só têm que vender mais.
Apresentador 5 Porque se os.
Apresentador 5 Os lojistas deles vendem, eles ganham mais dinheiro, não é AEE investir no próprio produto e eles ganharem mais dinheiro. Portanto, eu acho que vai ser. É um tanque mais pequeno, mas acho que vai ser muito por aí. Acho que não vai existir nenhuma de network.
Apresentador 3 Só fazer um bocadinho só publicidade Eu escrevi um artigo chamado o futuro do Chopin no meu blog. Tem 3000 caracteres, mas que eu arrisco ali um a dizer que eu acho que o grande concorrente da Amazon vai ser o shopify.
Apresentador 5 Boa é é na verdade.
Apresentador 5 Deixa-me só adicionar ISTO já agora é um bom ponto, porque a shopify, na verdade, comprou a armazém nos Estados Unidos está a comprar, mas em especificamente para ser o chopp e também a ter o seu próprio, a sua própria Net work the delivery como a Amazon tem.
Apresentador 2 Muito bem, vamos ao próximo momento é que é o nosso momento de.
Apresentador 2 De informação de última hora não é o show do Twitter onde vamos anunciar então os novos subscritores e encantador que um compasso de espera enquanto aguarda aqui afirmativamente que já está?
Apresentador 2 Vamos então já anunciando e fugi às TIC a mente e fugia às TIC a mente, essa palavra não existe.
Apresentador 2 É os novos subscritores, os novos seguidores.
Apresentador 5 Boa, então esta semana temos a Mariana, temos o é o gavinho, disse o Afonso MFAA Bruno Ferreira e, por último, a Tânia Antunes, que já têm o nosso follow back. Obrigado por me seguirem muito bem, sejam muito bem vindos a todos. Bom pá, estamos aqui um bocadinho passo, vamos também já sem mais demoras ao momento, a das rapidinhas são as notícias de marketing. em Portugal há um formato super rápido.
Apresentador 2 Estás pronto, jogo.
Apresentador 5 Muito rápido, então.
Apresentador 5 A Google lançou um beta em Google shopping que pretende avaliar a experiência do utilizador tanto na entrega no custo de envio, no custo de devolução e no tempo de devolução. ISTO é, um bebe que vai aparecer. É um bege e um carimbo que vai aparecer.
Apresentador 5 Céu a um selo, obrigado que vai aparecer NOS vossos anúncios. Se vocês aceitarem este beta, eu penso que está a lançar primeiro nos Estados Unidos mas a ideia é que seja espalhado por todo o mundo.
Apresentador 5 Mais os vídeos de Tiktok nós acabamos por anunciar na semana passada que estavam a testar para 5 minutos.
Apresentador 5 Na verdade, agora já podem estar no podem ter uma duração de 10 minutos, OK? Portanto os antigos 3 minutos.
Apresentador 5 Que estavam limitados, passaram para 10 mais o LinkedIn lançou a sua plataforma de Podcasts no LinkedIn Podcast Network.
Apresentador 5 O Instagram está a lançar a funcionalidade de auto legendagem em vários idioma idiomas, incluindo português e por último, o comércio electrónico irá representar, segundo estudo da a stocks Cortana STOP.
Apresentador 5 Se não estou em erro Stock eps é que quase, portanto, comércio electrónico irá representar quase um quarto das vendas.
Apresentador 5 Do retalho global em 2020.
Apresentador 5 5 cá em 2020, mais de 2000 milhões de consumidores fizeram as suas compras on-line IL somando as vendas online nível mundial acima dos 4,2 biliões ou 1000 milhões de dólares.
Apresentador 5 E é isso.
Apresentador 2 Muito bem, obrigado. E o que foram as rapidinhas?
Apresentador 5 Em que foram?
Apresentador 2 Rápidas, grande coordenação foram e levaram x segundos.
Apresentador 5 X segundos é ótimo, muito bem.
Apresentador 2 Vamos já passar sem mais demoras para o próximo momento do nosso podcast, que é a ferramenta da semana e esta semana, trazemos.
Apresentador 2 Há exatamente a ferramenta. Fui eu que trouxe, fui eu que trouxe e fica já aqui. Ponto assente, Miguel, fui eu que trouxe essa ferramenta. Esta ferramenta não é?
Apresentador 2 Mais do que o quê?
Apresentador 2 Esta ferramenta é uma forma que vocês podem fazer para ajudar no combate à desinformação que existe na Rússia. E então, o que é que? O que é que é desta semana? Essencialmente é 111 ferramenta. Uma plataforma que que?
Apresentador 5 Às linha de código, na verdade.
Apresentador 2 Certo, mas nós vamos deixar o link em que têm precisamente essa linha de código que o que faz é essencialmente redirecionar os vossos os visitantes das vossas.
Apresentador 2 Páginas que venham provenientes da Rússia. Reencaminho chou, encaminhamos para 11 página onde eles podem aceder.
Apresentador 2 A notícias da BBC DW, que eu por acaso não sei que é a noite, não, não deve ser DW.
Apresentador 2 Que é outro a.
Apresentador 2 Noite novela obrigado Diogo Hamas Cau Times, Euronews e um o crime forma que essencialmente.
Apresentador 2 Essencialmente a.
Apresentador 2 O que são órgãos isentos de de comunicação com notícias russas e que permite assim aos cidadãos russos que estão na Rússia a ser aceites europeus, permitir ver notícias fora do espectro que eles vêm totalmente enviesado? Portanto, Vai Ficar o link do nosso website, mas essencialmente é AA iniciativa. Chama-se out.
Apresentador 2 Gin e portanto, regime, como é que se diz a hora de ultrapassado? Não sei ao regime fora de prazo para verás, obrigado EE tem essa particularidade, então redirecionado todos os nossos visitantes provenientes da Rússia para esta página que lhes dá acesso às notícias sobre a guerra a da Rússia. Muito bem chegamos ao nosso último momento, que é da despedida. O Miguel, entretanto, já saiu, portanto, não se vai conseguir despedir, mas temos aqui ainda o Fred é e o Diogo a nossa seguir em alguma coisa.
Apresentador 2 Então à cabeça que não, portanto, antes da nossa despedida, só relembrar para subscreverem o nosso podcast ainda não fazem se gostarem muito do nosso podcast. Não se esquecem de não se esqueçam de avaliar.
Apresentador 2 Ou seja, o Spotify e Apple podcast, o Podcast onde for avaliamos da forma que entenderem a Inês importante relembrar 2 coisas, o nosso website marketingpediatras.pt e o nosso Grupo do WhatsApp podem aceder diretamente através do LINK W ponto marketingidiotas.pt, nós e voltamos então a ver num próximo episódio e esperamos que tenham gostado deste e é isso.
Apresentador 2 Que estamos a ver no próximo vídeo até.
Apresentador 2 Lá até para a semana.
podcast marketing portugal

Os Idiotas

frederico carvalho podcast marketing por idiotas

Frederico Carvalho

Formador e consultor de marketing digital

Miguel Vieira podcast marketing por idiotas

Miguel Rão Vieira

CEO @ pkina.com / funis.pt

Diogo Abrantes da Silva freelancer SEO, SEA, CRO e Web Analytics

Diogo Abrantes da Silva

Freelancer SEO, SEA, CRO e Web Analytics

Escreva pelo menos 1 caractere
WhatsApp Podcast Marketing por Idiotas
spotify Podcast Marketing por Idiotas