A Zoom vai transformar-se, onde os marketers e consumidores preferem anúncios e António Guterres fala connosco – e87s01

podcast marketing portugal por idiotas

A Zoom vai transformar-se, onde os marketers e consumidores preferem anúncios e António Guterres fala connosco – e87s01

Episódio 87
39:47

Neste episódio falamos sobre os novos produtos da Zoom, onde os marketers e consumidores preferem os seus anúncios e o Secretário Geral da ONU, António Guterres fala connosco.

Episódio de: 22 de Setembro, 2022

Download do podcast

MIGUEL

 https://brandequity.economictimes.indiatimes.com/news/marketing/5-digital-marketing-trends-to-watch-out-for-before-2022-ends/93625213?redirect=1

Hoje a minha notícia não é uma notícia mas sim 5 tendências de marketing de que alguns poderão ter medo, outros receio, outros vão entrar em pânico e alguns vão dizer “Eu já sabia!”

Estas tendências vêm directamente da India, onde não se brinca com coisas sérias…isso é só em bollywood!

Vou pedir aos meus colegas que façam breves comentários a cada uma das tendências.

Primeira tendência: O conteúdo vai tornar-se tão importante como a publicidade.

Nos últimos 5 anos as big techs como o google, meta, etc fizeram um enorme investimento a tornar as plataformas de publicidade mais acessíveis às empresas e mais simples de utilizar…ou seja utilizadores menos experientes, ou mesmo newbies, conseguem melhores resultados que o diogo.

Isto faz com que o conteúdo, design e copywriting se tornem muito mais relevantes!

O que acham?

Segunda tendência: As equipas de marketing vão ficar mais magrinhas com os especialistas a liderarem e os generalistas a verem o final da carreira

Funções generalistas como Marketing Manager ou Digital Marketing Manager têm tendência a desaparecer.

Estas funções só se vão manter nas grandes empresas, sendo que os juniors e os mid level marketeers que procuram tornar-se nestes gestores generalistas vão acabar a ser despejados pela sanita (Palavras do site)

Terceira tendência: O Marketing Digital estilo campanhas de performance vão continuar a comer o orçamento de tradicional de marketing.

Quarta tendência: Acabou-se a mama de não se medirem resultados

Qualquer pessoa que nos diga que as suas ações de marketing não têm resultados mensuraveis está a mentir (Segundo esta noticia do indian times…eles por lá são bem duros)

Eles atacam directamente as ações de branding e dizem que já decorreu demasiado tempo em que alguns profissionais se safaram em dar apenas numeros qualitativos.

Quinta tendência: É desta que os DPO, os responsáveis pela proteção de dados, vão tornar-se mais relevantes dentro das organizações.

DIOGO  

 No grande episódio do Land of the Giants um incrível podcast que vale a pena ouvir , os jornalistas da Recode falaram um pouco sobre quais os planos do Facebook para voltar a ser bueda fixe. No podcast eles falam um pouco sobre o futuro das redes sociais e onde falam também da grande aposta por parte do Facebook que se revê também um pouco no Instagram de querer transformar-se mais numa aplicação de entretenimento. 

E apesar de não ter sido referenciado no podcast, a semana passada saiu a notícia que o Facebook está a planear lançar “paid features” tal como a Snap fez e o Twitter também.

E eu pensei, o que será que um bom idiota faria para tornar o Facebook novamente bueda fixe. E essa minha gente é a minha questão para vocês, o que fariam para tornar o Facebook fixe outra vez e o que acham desta aposta no discovery de novos conteúdos?

                                                                                                                                                                                          

FRED

 Tema: O maior vendedor de anúncios online

Durante anos, a Apple tem sido uma forte crítica à publicidade online que se baseia em monopolizar o máximo possível de informação sobre nós. 

Agora, a empresa quer tornar-se o maior vendedor de anúncios online, e diz que o pode fazer de uma forma menos assustadora.

A questão é: poderá a Apple vender com sucesso anúncios online?

Muitas empresas, incluindo Google, Facebook e intermediários de dados obscuros, rastreiam os nossos telefones onde quer que andamos, registam todos os websites e aplicações que utilizamos e combinam pedaços de detalhes aparentemente pequenos como a duração da bateria nos telefones.

O sistema de publicidade digital é feio mas lucrativo, em parte porque funciona. 

A Apple depende muito menos destes métodos comuns de rastreio online, mas poderá ter de se curvar a esta realidade se quiser tornar-se um maior publicitário. 

Além disso, a campanha da Apple para reprimir os métodos de publicidade existentes e vender os seus próprios anúncios abre a empresa à crítica de que está a agir com hipocrisia.

As vendas de telefones estão a estagnar e é preciso novas formas de ganhar rendimentos para continuar a crescer. A Bloomberg News e The Financial Times relataram recentemente que a Apple planeia expandir o seu negócio de publicidade, incluindo potencialmente mostrando anúncios comerciais no Apple Maps e aplicações.

Será que a Apple consegue manter o seu discurso de privacidade para proteger as pessoas e ainda ganhar todo o dinheiro que quiser?

Será que a Apple oferece uma real alternativa nos anúncios online? 

[RAPIDINHAS – NOTÍCIAS DE MARKETING DIGITAL EM PORTUGAL E NO MUNDO ]

 

Sobre o Podcast Marketing por Idiotas

podcast Marketing por Idiotas é um podcast sobre marketing em Portugal. Neste podcast semanal falamos sobre notícias, irritações e inquietações sobre marketing digital e analógico.

O podcast é apresentado e moderado pelo Diretor de Marketing da Turim Hotéis, Ricardo Vieira e tem como comentadores com lugar cativo o freelancer Diogo Abrantes da Silva, o formador e consultor Frederico Carvalho e o CEO da pkina.com e funis.pt Miguel Vieira.

Ouvir podcast marketing por idiotas

Temas no podcast

01:07
Temas
47:10
Rapidinhas

Neste episódio

Orador 2 Caros ouvintes, Hoje tenho um comunicado muito especial para fazer, infelizmente, no dia 21 de Setembro, por volta das 22:00 hora de Lisboa, foi vítima de um terrível ataque cibernético, justamente no momento em que estava a tentar gravar o podcast. Este ataque fez com que perdesse momentaneamente a minha alegação Web e com que parte das minhas intervenções no podcast fossem apagadas, correm por aí rumores de que fui eu que fechei a janela sem querer por estar distraído a ver site impróprio. Orador 2 Em defesa da minha honra, digo que tudo isso não passam de calúnias lançadas por pessoas que se sentem desconfortáveis pelo meu constante discurso de verdade e ativista, mas como a mim ninguém me pode silenciar, gravei Hoje de manhã algumas intervenções para que os meus apoiantes saibam que estou bem, estou. Orador 2 Vivo e que a luta continua. Orador 3 Olá a todos bem-vindos ao Podcast marketing por idiotas. Neste episódio vamos falar de zoom que, ao que parece, está desfocado. Vamos falar de onde é que 19000 pessoas preferem ver anúncios e, por último, a Mensagem de alerta do Guterres para as big tech para ficarem a saber tudo sobre estes temas e as novidades de marketing desta semana já sabem, fiquem por aí. Orador 3 Olá a todos sejam muito bem-vindos ao 87º episódio do Podcast marketing por idiotas do vosso podcast de marketing, negócios e tecnologia favorito. Olá, Diogo. Orador 4 Como é que tu sabes que é favorito pronto estas pessoas? Orador 4 Foi isso, Olá. Orador 3 Perguntei a. Orador 3 A boa, não digas coisas assim à toa, Olá, Fred, Olá, Olá, Miguel. Orador 3 É depois eu perguntei a todas bom antes, continuamos muito rapidamente só relembrar quem está sol avisar quem está a ouvir este podcast pela primeira vez, além dos temas que acabei de enunciar, vamos falar ainda da ferramenta ou vamos dar-vos a ferramenta da semana notícias da semana e ainda o momento do Twitter, onde vamos anunciar em voz alta os nossos novos seguidores da conta do Twitter. Orador 3 Marketing idiota, muito bem, vamos começar já pelo Miguel que NOS vem falar de uma premonição que ele teve alguns episódios atrás e que parece que a cada dia que passa. Orador 3 Ela se tem a concretizado e. Orador 2 Isso é é mais ou menos isso. Eu há umas semanas atrás, anunciei aqui a minha aposta pública de que daqui a 10 anos assume. Seria uma das grandes tecnológicas com mais probabilidade de já não existir e mais ou menos, mais uma vez, caros ouvintes. Orador 2 Eu estava certo o Chrome como o conhecemos Hoje em dia, morre para Renascer das Cinzas como uma empresa que tem um conjunto de ferramentas para a produtividade, como as videochamadas, o calendário e-mail. Orador 2 É o site de informantes informa. Orador 2 Que NOS últimos 2 anos, a empresa esteve a trabalhar numa plataforma de e-mail com calendário o mundo nunca viu nada igual, uma plataforma de videochamadas que também tem um serviço de e-mail e calendário, não é? Orador 2 E a zoom estava em posição dominante no mundo das conferências profissionais em vídeo quando a pandemia começou a. Orador 2 Ela quer agora. Orador 2 Dar uma lição a Microsoft, a Google e a todos aqueles que destronaram dessa posição de liderança. Quando eu vi a notícia, imagina? Orador 2 Que estávamos perante assim uma espécie de Rocky, mas o Rocky 5 ou 6, quando vemos a lutadora 150 anos a tentar ir para o rim no último grito de Raiva e olhos inchados a gritar pela Adrian, eu nem sei o que é que ele vai gritar desta vez, não é? Pá? Não sei, mas ele vai gritar qualquer coisa, de certeza. Vamos estar atentos e depois vamos anunciar aqui em primeira mão. Qual é que foi o grito do Zombo? A bolsa, um forte indicador de sucesso de uma ação de uma de uma plataforma como o Diogo indica, não é? Orador 2 Já reagiu e a empresa valorizou em cerca de 1000 milhões de dólares e para os investidores muito atentos e pá e estudiosos destas coisas já perceberam que vai ser o calendário e o e-mail que vão tornar a ZOMO outra vez uma das maiores empresas. Orador 2 Do mundo não é ISTO é, sem dúvida, um sinal de que eh pá vai dar uma forte areia a todos os seus concorrentes. A minha pergunta para o painel Hoje é seguinte. Orador 2 A zoom tem capacidade para competir com o Gmail, com o Google meet si com todas as outras ferramentas de produtividade. Orador 2 É pá que já NOS conquistaram alguns anos, tanto NOS e-mails e mais recentemente, no vídeo das conferências e calendários acham possível a zoom posicionar-se e ter sucesso nesta neste mercado. Achas Diogo? Orador 4 Eh pá a verdade. Orador 4 É que não, não sei se liga ao micro, liguei o micro boa. Orador 4 Mas a verdade é que a não estou a ver qualquer forma como como esta ferramenta do zoom ou ou tem que tem que haver ali qualquer coisa. Orador 4 Uma grande vantagem para o utilizador, mas mesmo muito, muito, muito grande. Não é que que Eu Não esteja a ver que a gente nem neste momento tenha uma. Orador 4 Noção de que? Orador 4 Seja possível, pá. Orador 2 Aparentemente, os investidores em bolsa já perceberam porque valorizo 1000 milhões de dólares. É pá, ISTO não é qualquer coisa, não é? Orador 4 Pois, pá, Eu Não acho que vais ter. Orador 4 Vais ter que perguntar a esses investidores? Orador 4 O que é que eles viram? Que porque Eu Não estou a ver, OK? Orador 4 Eu percebo a integração que me faz sentido, eu percebo o que é que eles estão atrás, não é de ser uma ferramenta profissional de trabalho, OK? De ser um o limón não é? Portanto, a ideia é entrar no mercado onde, por exemplo, a Microsoft está com o Times, não é? EE uma ferramenta toda incorporada nesse a. Orador 4 Dessa forma, mas onde a Microsoft está e onde a Google está neste momento também não é. Portanto agora Eu Não estou a ver. Orador 4 É que haja grandes, eh? Pá, tem que ser tinha que ser uma vantagem assim tão grande, tão grande, tão disruptiva. Orador 4 Que a Google não? Orador 4 Imitasse no dia a seguir, não é? Orador 2 Aos reuniões, reuniões do Metaverso. Eh pá. Orador 2 Realidade Eu Não metaverso. Orador 4 Talvez não sei, tem que ser assim algo EE daí o meu é skeptics, não é de estar aqui, pá, o que é que o que é que eu? Orador 4 Não sei o. Orador 4 Que é que eles poderão ter Na Na Na manga pode podem realmente ter algo muito bom e eu é que não esteja a ver o que é, mas acho muito difícil, muito difícil neste momento, nesta altura do campeonato, onde todos já tivemos que entrar em Rio. Orador 4 Pronto onde todos que já tivemos que ir recorrer a estas ferramentas, não é? E que O Jogo teve essa oportunidade e agora que já todos adoptámos o Teams ou o mito que for, estou a ver muito difícil para o zoom a sobressair, confirma-se Freddy. Orador 5 Ora, bem, eu sou uma das 200000 empresas que as um tem como clientes. Eu pago os 11. Orador 5 E sou um cliente satisfeito, só para termos aqui um racional. Eles, como Miguel disse em 2 anos, perderam 85% do valor. Orador 5 De mercado a. Orador 5 Em época de pandemia azul, valia tanto como a Epson. Ou seja, o valor é de 138000 milhões, que era muito dinheiro e agora baixou para 24000000. Só que há um pormenor, embora as um tenha baixado o seu valor de mercado. Está aqui uma grande diferença em comparação com outras empresas. Um é um modelo, faz 2, é uma empresa lucrativa gera 230000000 por trimestre. Orador 5 Ora, bem, eu a jogada que eles fizeram, eu já eu já vou à pergunta concreta de Miguel, mas a jogada que ele fizer? Orador 5 É uma jogada claramente sabendo eles que é de risco. Por quê? Porque a Microsoft e a Google controlam, respectivamente, 85 e 14% do mercado global para e-mail e outras aplicações de produtividade. O que é que o que está a fazer retirando aqui o foco, que é o nome que eles deram na cultura z Mail e os école? Ou seja, o tal serviço de e-mail do tal serviço calendário, eles estão a desenvolver e a focar-se NOS sistemas de produtividade, ou seja, eu já lançaram quadro branco digital, que é para ajudar os colaboradores e funcionários. Orador 5 Vamos lá. Orador 5 Chamada já é possível acompanhar progresso de projetos internos que tem a ver o combinares ou com reuniões. E então Eu Acredito, e essa minha convicção que assumo que está a fazer e a criação de aplicações relacionadas com produtividade, sendo que e-mail e calendário claramente estão neste nicho e se eles não apresentarem novidade, vão partilhar o quê? Orador 5 É porque eles já desenvolveram a plataforma. Ela já está a funcionar, já falei de mercado e já portanto, em resumo, e em relação à pergunta do Miguel, será que eles vão? Orador 5 Tira a quota de mercado, a Google e a. Orador 5 Microsoft de certeza que sim. Orador 5 Agora será significativo, não. Nós temos outros casos no mercado que vejamos o caso de Portugal num outro tipo de contexto, OA quota de mercado dos motores de pesquisa em Portugal, a Google tem. Orador 5 94 ponto. Orador 5 4, ou seja, é mega massivo. No entanto, nós, profissionais que trabalhamos tarde, estamos sempre preocupados com o Bing, preocupado no sentido de pá. Será que aquilo é uma vez pega? Será que pode ser mais interessante do ponto de vista económico para fazer anúncios? Em resumo, acho que a zoom está a preparar as novidades para o para a conferência que eles têm. Orador 5 Tanto no. Orador 5 Engraçado para aquilo que é, se calhar é aquilo que eu estou a pensar que é uma utopia, porque a conferência deles chama-se Zoom Tupia, é verdade, chama-se mesmo assim, mas eu acho que é isso. Eles têm que apresentar novidade para algum lado e acho que o Tema da produtividade e um estas 2 soluções de e-mail e calendário é. Orador 5 OK pronto. Orador 3 Adequam-se aquilo que seria uma evolução normal. Orador 5 Sim, estou aqui a pensar numa coisa que aconteceu NOS últimos tempos, que é quando aparecem tecnológicas big técnicos. Agora refiro-me concretamente ao caso da Google e da Microsoft, que apresenta uma solução muito, muito semelhante à da zoom, ou seja, o que a zoom está. Nós estamos a comentar o que? Orador 3 Deste tipo de software. Orador 5 Não fez, não é, mas não estamos a comentar o que é que os outros fizeram para se assemelhar, para ter semelhanças àquilo que é o serviço da zoom e o Google meet? Não sei se só para relembrar, eles fizeram 11 reajuste no meio disto, não era, não era, fizeram reajuste muito grande. O limite passou a ter quase todas as cidades que também tem em menos de 1 ano e meio. Orador 3 Muito bem, obrigado Miguel, por mais uma. Orador 3 A este podcast está-se a tornar verdadeiramente assustador nesse sentido, porque Miguel. Orador 3 Qual será já eventualmente a 15ª vez que certa no futuro? Eventualmente ele anda a ver muito Os Simpsons, assim iremos ver no futuro como será muito bem assim Tema muito rapidamente. O nosso grupo do WhatsApp que está a crescer a crescer vigorosamente. Onde estamos nós, os nossos ouvintes? EW ponto marketing por idiotas.pt nesse grupo deixamos todas as semanas um conteúdo exclusivo e o conteúdo exclusivo desta. Orador 3 De pensarmos. Orador 3 Semana é e que serve de segway é o estudo da Kantar de 18000 Consumidores e 1000 profissionais de marketing sobre as plataformas de anúncios. Portanto, vamos colocar lá este a este estudo e aproveitamos aqui Diogo e vamos já comentar sobre. Orador 4 Ele, certo, sim, deixa-me só adicionar que a pá não, não quero que ninguém se sinta enganado, porque entretanto, tu e bem referiste que afinal agora, desde Maio deste ano, os grupos do WhatsApp já conseguem 500. E quantos utilizadores? Orador 3 Ricardo desculpa 188. Orador 4 Não, isso são. Orador 3 Ai 512 512 agora agora desculpa. Orador 4 Uns todos. Orador 3 512 eram 256 agora e 512 é como a rã vai duplicar. Orador 4 Pronto, ou seja. Orador 4 É é um bom ponto, António. Ou seja, ainda temos espaço para todos aqueles que ainda não, não, não, não aderiram ao nosso grupo de WhatsApp. Orador 4 Há espaço para todos, portanto desculpa, então vamos aqui ao ao meu Tema, portanto, o tal como Ricardo referiu o meu Tema esta semana é exatamente sobre estes estudos, 18000 consumidores. Orador 4 E 1000 profissionais de marketing que é que a cantar fez o que é cantar é uma empresa de estúdio do Grupo WPP Ham que que não era mais interessante. Foi comprado, acho eu é e foi um estudo em 29 mercados. Ok Ham EE sobre 90% dos gastos globais de mídia por cento sobre as empresas, não é as 400. Orador 4 As marcas que ocupam 90% dos gastos globais de mídia nestes 29 mercados. Portanto, claramente aqui um estudo com muito com muito SoMo a verdade, deixa-me fazer esta correção é que o estudo que nós vamos partilhar, portanto o que nós vamos partilhar é o booklet deste estudo. Está bem, todo o estudo a não NOS não NOS foi feito ainda acessível, mas possivelmente no futuro se o for também é no grupo. Orador 4 Não foi, não foi? Então é mais a então. Eles foram questionados, portanto, este estudo é foi feito então a anunciantes e agências e a consumidores OKE questionaram sobre as plataformas de anúncio onde os utilizadores pensam que os anúncios são menos intrusivos e onde os marcas. Orador 4 Preferem ver os seus anúncios, OK? Portanto, aos consumidores perguntaram onde é que os anúncios serão menos intrusivos aos marcas? Perguntaram A onde é que os marketeiros gostavam de a publicar os seus anúncios? OKE deu aqui uns tops a muito interessantes e é aqui que começa a um jogo. Orador 3 Ora aí está O Jogo. Orador 4 Boa, isso mesmo, portanto, então vamos começar claramente, OK? Em primeiro lugar, segundo o estudo, OK, os utilizadores pensam que os anúncios que são menos intrusivos na Amazon OK, foi a primeira coisa que os utilizadores escolheram e agora para vocês, os 3 que são aqui, que também são Masters, o que é que vocês acham que é a plataforma de anúncios pref? Orador 4 Vida em primeiro lugar dos Masters. Orador 5 Diogo, só para ter certeza, portanto, o contexto aqui é plataformas de anúncios onde os mártires consideram que os utilizadores pensam que os anúncios intrusivos. Orador 4 Não, não, não. Orador 4 Não, não, portanto, é um dos martas. Preferem anunciar, não é? Orador 5 Vamos prefere anunciar? Orador 4 Exatamente os consumidores onde acham que os que os que os anúncios menos intrusivos e os mártires, a questão é onde é que eles preferem anunciar? Orador 5 Eu Acredito que a maior parte tenha que tenha respondido a ferramenta da moda. Orador 5 Que é o Tick Tock? Orador 4 O Tick tock boa a Ricardo só para. Orador 3 Ya também diria Tick tock? Orador 4 Não, gente? Então proferida na verdade, OK? Pelos Masters foi o Instagram, OK? Orador 4 Mas pronto estes estes foram os os 1000 martas questionados, OK? Portanto, foi foi que eles dizem, em segundo lugar, os consumidores preferem os anúncios do Tiktok acham menos intrusivos, OK? Portanto, os esses há há sim realmente aqui o. Orador 4 A plataforma da moda. Orador 4 O que é que vocês acham? Orador 4 Que foi o segundo lugar assim rapidamente Fred e. Orador 5 Vou arriscar um LinkedIn. Orador 4 OK é Ana, isso estou, Ricardo. Orador 3 O Facebook está no jogo. Orador 6 Pá no jogo. Orador 4 O Facebook não lamento o que a maior parte dos mártires preferiram a seguir a anunciar ao Instagram foi no Google OK Velho, Google e mais uma vez eu gosto, gosto, gosto muito desta referência porque eu, eu eu provei. Eu vejo aqui realmente um esta ideia de que o Miguel estava a falar, não é ISTO é tão 2. Orador 4 Aquilo e qualquer coisa não é? E 2000 e. Orador 4 20 desde 2200, diz. Orador 3 Que idade é que tinham os mártires que. Orador 3 Responderam 65. Orador 4 Achas que é qualidade? É isso? Não sei, sim que são são são mais seniores e então recordam se de plataformas mais antigas é possível uma possibilidade. Então, em terceiro lugar. Orador 4 Não, não vos vou maçar mais, é, mas em terceiro lugar, os consumidores preferiram o acharam como menos intrusivos anúncios do Spotify. Orador 4 OK, que também está em jogo, também está em jogo e os Masters em terceiro lugar, elegeram o YouTube como a ferramenta de preferência. Orador 4 Então, recapitulando, em primeiro lugar, os consumidores, OK, por parte dos consumidores, elegeram os anúncios menos intrusivos da Amazon. Em segundo lugar, os a os anúncios da Tiktok e em terceiro lugar, os anúncios do Spotify. Orador 4 Ao contrário, No No no na sala oposta OK os mártires elegeram então o em primeiro lugar o Instagram, onde preferem anunciar. Orador 4 Em segundo lugar a Google e em terceiro lugar, o YouTube. A recapitulando aqui um pouco do dos deste top, mas a minha questão para vocês k é um pouco esta que é, o que é que vocês como mártires, a onde é que vocês preferem anunciar, não é? Orador 4 E o que é que vocês acham? Que significa esta diferença entre aquilo que os utilizadores acham com menos intrusivo e aquilo que os utiliza, que os Masters preferem o lugar onde os mártires preferem? Orador 2 Bem, infelizmente, eu fui completamente sabotado. As minhas respostas às perguntas não estão disponíveis. Orador 2 Mas eu faço aqui um comentário final a este a esta ideia. Eu acho que esta luta vai haver sempre. Orador 2 Os consumidores não querem ver publicidade e as marcas que eu ia as marcas tiers querem ser querem mostrar publicidade da forma que ela seja mais vista. Orador 2 ISTO, basicamente é NOS sítios onde ela é mais intrusiva, não é? Eu, nas minhas respostas, tinha dito que que achava que, em primeiro lugar estaria ao YouTube porque é altamente. Orador 2 A em segundo lugar eu penso que tinha dito o Instagram e em terceiro lugar, o Tiktok ou alguma coisa assim? Orador 2 Mas pronto eu vendo aqui os resultados, parece-me que os marqueteiros estão a ser um bocadinho conservadores, ou seja, aparece em primeiro lugar no Instagram porque é fácil comunicar no Instagram. Não é uma boa imagem e os textos e chat? Orador 2 Entra é relativamente fácil na Google também também é relativamente fácil no YouTube já um bocadinho mais difícil. Eu penso, penso que os marca Tires neste momento fogem um bocadinho ao Tiktok porque é difícil fazer anúncios para Tiktok. Ou seja, os anúncios têm de ser muito orgânicos, não é? Têm de ser até o próprio Tiktok diz que querem que não se façam anúncios que se façam. Tiktok é pá e nem todos marca 3 tem essa capacidade, nem todas as marcas têm a capacidade de estar no Tiktok e fazer anúncios, giros ou então até fazer sentido naquele género de de Comunidade, não é? Orador 2 Agora a minha escolha pessoal, eu pessoalmente e Eu Não, eu acho que nós não devemos estar. Orador 2 Agarrados a nenhum tipo de de plataforma e dizer a eu gosto é de fazer ali não? ISTO depende do projeto, depende do objetivo do projeto, depende da da, da das criatividades e depende da estratégia que nós estamos a seguir. Orador 2 Por isso eu acho que nós não devemos dizer a eu gosto de fazer sempre no Instagram, não se calhar, às vezes se faz sentido fazer no Facebook, no Google, no YouTube, eu, por exemplo, quando estamos a falar de coisas um bocadinho mais abaixo do funil, estamos a tentar contactar com aqueles clientes que já estão mesmo mais preparados para Tomar uma decisão de compra. Eu gosto de fazer no Google. Orador 2 São pessoas que estão à procura do de soluções ou de serviços. Eu gosto de estar no Google, mas se tiver no mais no topo do. Orador 2 1000 a tentar ainda convencer pessoas que existe um problema, ia falar um bocadinho sobre o problema. Obviamente eu gosto de ir ao Instagram ou Facebook etc. Orador 2 Por isso, resumidamente, o meu, resumindo, o meu comentário é pá, não tenham um plataformas preferidas, escolham as plataformas certas para aquilo que vocês estão a fazer neste momento para o produto que têm para audiência que querem alcançar e para o objetivo que vocês têm têm de atingir e é basicamente o meu comentário. Orador 3 Fred, qual é a tua opinião? Orador 5 Bom é é a. Orador 5 Pressa mas enquanto consumidor eu vou vestir sinceros. Eu fico super admin. Orador 5 Quando pego no telefone da minha namorada, já foi recorrente. As vezes que eu lhe pedi para ver o Instagram, em particular, os stories a é que o número de vezes que as Mulheres são impactadas com publicidade é muitíssimo superior ao dos homens. Orador 5 Aliás, o número de vezes que os plasmas aparecem, neste caso, a Elliot é muito superior aos anúncios que eu vejo pronto. Portanto, eu estou sempre curioso para. Orador 5 Que não se usa aquela vê depois há outro plano que eu gosto muito de ver quando consumidor, que é o Google display para ver a criatividade dos bandas, porque embora é uma das formas mais antigas, os anúncios display em relação à publicidade online. Orador 5 E eu gosto muito de ver o que é que ainda Hoje vi um anúncio com apareceu na sala enquanto estava a ler uma notícia sobre o discurso de Putin, mas é estranho mas pronto do novo Apple Watch e aparecia o seguinte, o seu relógio para melhorar a sua saúde e até fiz um print. Orador 5 Porque eu achei interessante, porque não era nenhuma característica tecnológica, mas sim algo relacionado com uma aspiração a querer prosperidade na vida. Orador 5 Enfim, em resumo, enquanto marketeer a plataforma que eu mais gosto é aquela que me dá o melhor a racional. Orador 5 Em relação ao custo de aquisição do cliente, portanto, se e Eu Não muito que se faz e os testes até já comentei em 2 episódios, custos de aquisição em diferentes plataformas. Orador 5 Pinterest Twitter e vou e partilha CPC ucpel a pretende todos esses dados? Não lembro agora se foi 60 e tal não o 40 não lembro, posso depois. Se for muito curioso, depois partilho grupo do WhatsApp, em resumo. Orador 5 É testar para ver agora uma coisa é certa, e aí ficou alerta para todos os profissionais estão a ouvir que eh nós sabemos que existe alguns algumas plataformas saturadas e que plataformas que menos pessoas, como é o caso do Pinterest, estou com uma oferta publicidade muito, muito mais atrativa do que outros. Ou Tiktok está com uma oferta atrativa muito melhor do que outros. Quando eu fico quando me refiro a oferta ativa o quê? CPMF Baixos, CPMF baixo e custo por cliques muito acessíveis, mais acessíveis comparado com o Instagram. Orador 5 Mas lá está. Orador 5 ISTO, depois depende do negócio da proposta de valor da criatividade, portanto, é testar e ver qual é que é o resultado que melhor. Orador 5 Vos atrai. Orador 3 Muito bem, obrigado, Fred, pela tua opinião que eu pedi antes de começarmos muito bem, está fechado o Tema Diogo podemos fechar está fechado. Orador 3 Ficamos agora a aguardar no nosso culto WhatsApp. A opinião quer dizer, já não responderem voto concurso, mas podem dar opinião sobre o episódio podem dar no grupo do WhatsApp podem dar também no Google Podcasts, Apple podcasts, onde estiverem a ouvir, podem fazer uma avaliação se tiverem a gostar do nosso podcast. Fred, tu trazes um Tema mundial Hoje de extrema relevância, até porque Hoje que estamos a gravar está a decorrer algo muito importante, certo? Orador 5 É verdade, está? Orador 5 A decorrer a 70ª Assembleia Geral das Nações Unidas, que reúne 100 e. Orador 5 93 países com a re. Orador 5 Representação igualitária nas votações da Assembleia Geral, coisa que é incomum noutros fóruns da ONU e esta Assembleia Geral trato nomeadamente sobre o Tema da paz, da segurança, etc. Orador 5 Bom, eu li primeiro nas notícias e depois ouvi o discurso do Secretário-Geral da ONU, António Guterres, que começou o discurso com um estrondo, disse ele. Orador 5 O Nosso Mundo está em grandes apuros ou não fosse ISTO um Click Byte para ouvir o resto da conta. Do CONT. Orador 5 Tudo, mas realmente? Orador 5 Ele no discurso. Orador 5 Enumerou temas como a guerra, conflitos, alterações climáticas, fome, crises financeiras, desafios da evolução tecnológica desenfreada, discurso de ódio, divisões e desigualdades globais e violações maciças dos direitos humanos. Orador 5 Hora para os recém chegados ao ponto Cast, o nosso foco semanal tem sido sempre os temas de marketing, negócios e tecnologia e vamos manter. Orador 5 Por aqui, e há aqui uma parcela do discurso com muita substância, Ricardo. Orador 6 Injusto time since Become Secretário General Athar Lesbian de Vela Pto Edit Gines Neuro Technology quando tem technology o idioma nerva system s PROGRESS from media to proof concept cryptocurrency and blockchain Technologies widespread para o seu hostel new Technologies aforas da rede FLEX são social media platforms based on a Business models metais ao traje Angers nega activity are cozy and Tall damage to community and society ATS pitch mais information and blues. Orador 6 Target em espécie e twin Valter groups, Harper Lee Frey the Award at the bottom solto influence. Orador 6 How we have a. Orador 6 Web spyware, observância, notas control all Win obrigar drives. Orador 5 Bom em resumo, o líder das Nações Unidas acusou as grandes empresas tecnológicas de informação de monetizar a indignação Raiva e negatividade. Orador 5 Diz ele que as plataformas de redes sociais baseadas no modelo de negócio que está a causar danos incalculáveis às comunidades e sociedades. Orador 5 Guterres refere que as plataformas incentivam os cursos, o ódio, desinformação e abuso direccionado, especialmente em Mulheres e grupos vulneráveis. Orador 5 Os nossos dados estão a ser comprados e vendidos para influenciar o nosso comportamento. Dito pelo Secretário-Geral, citou dos pedaços do discurso que não, vocês não ouviram agora neste pedacinho, as pessoas podem vir se quiserem no YouTube, cujo link vai estar no site, mas refere Guterres que a inteligência artificial está a comprometer a integridade. Orador 5 Dos sistemas de informação. Orador 5 Os media e de facto, a própria democracia. Orador 5 Não temos o início de uma arquitetura global para lidar com nada disto, advogou. Bom, eu fico contente que António Guterres ouça o nosso podcast e tenha usado os nossos insights semanais para inspiração da. Orador 5 Redação deste discurso. Orador 5 Porque nós estamos a falar disto todas as semanas? Orador 5 Mas bom meus amigos e colegas de Podcast, nós estamos a gravar este episódio no dia em que Putin anunciou querer mobilizar um 300000 homens para a guerra na Ucrânia. Orador 5 E Diz Que Não está a fazer bluff quanto a usar todos os meios ao seu alcance, inclusive armas nucleares, para defender o território. Orador 5 Bom, então a questão que vos coloco é a seguinte, o que é que será preciso para criar a tal arquitetura global que o terres referia para lidar com os desafios da tecnologia? Orador 3 Tema, Tema não pesado muito importante, obrigado, Fred por trazeres aqui ao nosso podcast. Orador 3 Um ainda que só um trecho, mas algo que teve muita importância e espero que seja replicado há ainda durante algum tempo e traz sempre uma pergunta, ela própria, com a sua dimensão e de como é que eu hei de dizer de raciocínio? Portanto, eu vejo agora aqui 2 elementos particularmente pensativos a, nomeadamente relativamente em especial. Orador 3 Novo AA pensar naquilo que será então necessário para criar essa tal arquitetura global para lidar com estes desafios da tecnologia que o nosso Querido António Guterres falou que eu mandei já aqui, um abraço e obrigado por fazer parte também do nosso grupo de WhatsApp. Agora resta vocês descobrirem dentro dos participantes do Grupo WhatsApp qual é aquele que tem um nome falso e que é, de facto, António Guterres, Miguel tu tu pareces-me ser alguém preparado para começar habitantes não só sobre ISTO. Tema relevante que Hugo. Orador 3 Eles falou, mas sobre esta questão? Orador 3 Que que o Fred coloca. Orador 3 A no fundo das tuas Ideias, não é? Orador 3 O que é que será preciso? Orador 3 Para criar, não te foques muito na pergunta, foca te naquilo que são. Orador 3 As ideias no fundo. Orador 3 Para criar esta arquitetura global, lidar com os desafios. Orador 2 Sim bem, esta questão do Fred é uma questão bastante profunda. Orador 2 Hã é pá, como Vocês sabem, eu sou um entusiasta da inteligência artificial AAE. Eu acho que muito interessante aquilo que ele disse. Eu acho que deviam utilizar esta ligação entre neurónios, tecnologia, inteligência artificial e eventualmente, instalá-la na cabeça do Putin para ver se é pá se ele consegue dar a volta a ISTO na guerra e desistir porque realmente o que ele anda a fazer parece que não faz sentido nem para ele nem para a Rússia, nem para ninguém. Orador 2 Hã, eu penso que há uma revolução que vai ter mais impacto do que a revolução industrial e eu estou muito entusiasmado. Orador 2 Eu Não sou daqueles que têm medo da da inteligência artificial, mas fico entusiasmado porque bem, na revolução industrial, a ideia era, nós vamos trabalhar todos menos a revolução da inteligência artificial. Eu acho que nós vamos começar todos a trabalhar melhor. Orador 2 OK AA mas como em tudo, eu acho que a inteligência artificial é uma ferramenta e esta ferramenta pode ser utilizada para algo para criar valor e ajudar a humanidade, mas também pode ser como tudo usada como uma arma e causar danos à à humanidade e à sociedade. Eu, por exemplo, estive a ver no outro dia um documentário No No auge. Orador 2 Show em que eles falavam sobre os custos para a sociedade das fake news. Orador 2 E pronto e basicamente as fake news viciam as eleições, viciam a cultura e geram emoções negativas nas pessoas a mas é importante perceber que as fake news não são criadas por algoritmos. Orador 2 As fake news são criadas literalmente por por pessoas e basicamente é pá. As pessoas vão encontrar sempre uma forma de dar a volta aos algoritmos e às questões de segurança que nós, que nós inventarmos a algumas situações em que a inteligência artificial já está a ser utilizada e aí sim, de uma forma um bocadinho mais malícia. Orador 2 Casa eu também vi Na Na BO. Eles têm uma boa secção de comentários. Vi também lá um em que ela documentário sobre a inteligência artificial utilizada em NOS processos de recrutamento para fazer a pré-seleção de candidatos conforme os seus perfis. É pá, eu ISTO acho, acho que é ir Longe demais, porque literalmente há há milhões de pessoas que, como estão processos automatizados e afetam muita gente, há milhões de pessoas que começam a ser postas de trabalho antes de sequer ter. Orador 2 Terem tido uma hipótese de fazer uma entrevista formal com com um ser humano. Orador 2 Não é por isso, eu acho que deve eh pá, deve haver regras. Eu acho que a nível mundial, nesta arquitetura deve haver um eh pá. Orador 2 Temos de criar uma espécie de Convenção de Genebra a onde tentávamos perceber as regras para a utilização da da inteligência artificial. Orador 2 Quais os Campos onde pode ser utilizada, quais os Campos onde, onde não pode ser utilizada, que tipo de regulamentações é que tem de? Orador 2 Investir, por exemplo, neste caso dos recrutamentos. Eh pá, se calhar claramente tem de existir aqui algum tipo de algum tipo de regras. Orador 2 Mesmo NOS casos de análise de de risco das pessoas poderem aceder a crédito AAA e essas coisas, acho que devia haver aqui. Eh pá, devia aqui a ver algumas regras ou então temos uma espécie de um Tratado traduz ilhas há em que os portugueses foram os grandes, os grandes pioneiros não é dividiram o mundo com Espanha, mas devia haver aqui uma divisão em termos uma parte da estrutura informática com inteligência artificial. Orador 2 Eh pá e a outra parte onde inteligência artificial simplesmente eh pá, não pode tocar a, não sei. ISTO é uma questão muito profunda, não é a minha especialidade a, mas eu também e aqui para terminar o meu comentário, eu acho que o Guterres está a ficar um bocadinho nervoso, porque antigamente o poder de influenciar uma sociedade só era possível pelos governos através do controlo dos media. Orador 2 Não é é ou então as grandes estrelas como Justin Bieber e a Beyoncé é Hoje em dia a as plataformas realmente eh pá, o poder de controlo de uma sociedade e do pensamento de uma sociedade, aquilo que a sociedade sente, partilham os cidadãos uns com os outros. Orador 2 É pá passou para o lado da das grandes plataformas tecnológicas e ISTO é perigoso e a por isso eu acho que tem de haver realmente um pensamento muito estruturado e eu acho que nós temos de formar os nossos governantes. Temos de as pessoas têm que ter uma literacia digital maior, mesmo as pessoas decis ores. Orador 2 Para tentarmos arranjar aqui uma forma de perceber, eh pá, quais é que são as limitações? Nós vamos ter de criar a inteligência artificial, porque realmente ela se aplicar a tua pode ser danosa para a nossa sociedade. Orador 3 Muito bem. Orador 3 Diogo, que é que tu percebes arquitetura? Orador 4 Ricardo Friends Miguel, eu tenho a solução. Orador 3 Há, então tivemos aqui este tempo todo. Que temos? Orador 4 Pá, Eu acho que o que deves devia ter falado connosco para começar, não é ISTO? Gostava de ter feito este discurso no fundo, no Fundo. Orador 4 Era ISTO é. Orador 4 Necessidade, bem, já sabem que ISTO é uma questão de números, não é? Já dizia ele, mas a. Orador 4 Eu acho que a resposta está muito na questão da educação. OKEA educação para ajudar. Orador 4 Polícia e as forças que neste momento estão a combater, por exemplo, AA estes ciberataques não é? E de educação? Para conseguirmos criar este conjunto de regras, tal como estavas a dizer A Miguel? Orador 4 Que é preciso, não é? Mas para isso, quem está regular necessita de perceber do assunto, não é? E não temos aqueles que não é, não temos aqueles comentários AA Senador dos Estados Unidos, que não sabe bem o que é que, o que é que o Facebook, como é que o Facebook faz dinheiro, não é? Acho que Toda A Gente se recorda um pouco. Orador 4 Desse EE. Orador 4 EE mais sim, mais precisamos de educação para ajudar as pessoas a perceber o que é que é fake news e o seu impacto. OKEE eu acho que lá está, é tudo muito. Orador 4 À volta da educação é capaz de de de de de ajudar. Orador 4 Agora há 11. Grande problema é que esta educação não é imediata, não é? Não se pode estalar os dedos e Toda A Gente fica educado da mesma forma. AE nem o queremos, não é? Na verdade, aí fica instantaneamente educado sobre estes assuntos, não é? Talvez se tivermos um chip conectado ao nosso cérebro. Orador 4 Estou a brincar, estou a brincar, só dizer é QO que eu quero dizer com ISTO é que é um pouco, é um é 11 espécie De Gaulle, não é? É que depois é tentamos encontrar estas soluções muitas vezes na tecnologia nesta evolução tecnológica, e acabamos por depois voltar a cair nisto, que é onde é que vai esta evolução a não sei se há 11 educação, 11, aliás, 11 ponto específico de como resolver tudo ISTO, não é? Orador 4 Aliás, a acho que as maiores mentes estão estão, estão a tentar trabalhar sobre ISTO exatamente. EE, não é um assunto fácil, não é o covide não foi um assunto fácil conseguir me mesmo com o covide, que é uma coisa de de de a de saúde não é de vida ou morte literal, não é, não conseguimos foi NOS, foi muito difícil como sociedade não é interromper as fake news e interromper e perceber que AA onde é que, o que é que seria uma vacina seria ser vacina, seria viável? Orador 4 Que covide faz o que é que não faz? É para usar máscara, não é para usar máscara, quem é que diz o quê? Orador 4 Não é? Ou seja, ISTO é claramente 111 Tema muito grande é pá, e sim com tempo. Se calhar vamos lá chegar, não sei. Orador 3 Muito bem Fred queres? Orador 5 Clássico a diziam que em relação ao termo da arquitetura, estamos aqui e já foram namoradas várias, mas nós temos as barreiras tecnológicas, temos os regulamentos e as tarifas, temos as formas de pagamento electrónico, é diferente, diferentes países, língua e cultura diferentes. Temos as considerações económicas e políticas. Temos diferentes padrões de mediação. Orador 5 E depois as aquela que é mais recente e vimos isso até cobrex hit. Temos as barreiras legais e pronto isso são um acumular de várias coisas, realmente dificultam concertação social. Orador 5 Claro que é óbvio que o que é mais importante para a arquitetura e a paz não é pronto, mas essa aí, enfim, às vezes mesmo na guerra, há alguns países que mantêm supostamente estão em guerra. Há não sei quantos anos, mas mantém relações. Orador 3 Bom, muito bem, obrigado, Fred. Bom fica a questão também para o nosso Grupo do WhatsApp, o que é que será então preciso para criar a tal arquitetura global para lidar com os desafios da tecno? Orador 3 E para quem não teve oportunidade de voltar a rever o discurso do António Guterres, que pelo menos neste trecho que aqui ouvimos e NOS leva a refletir sobre aquilo que nós queremos para o nosso futuro, muito bem vamos ao momento do Twitter. Onde vamos, então anunciar os nossos novos seguidores da conta do Twitter? E são eles. Orador 4 Também os parentes. Orador 4 E para verem e para verem que a gente não mente OKA esta semana temos. Orador 4 Temos a Bárbara Vasconcelos. Foi a nossa seguidora desta semana. Não tivemos mais seguidores, mas já sabem, gente ainda não NOS seguem no Twitter. Orador 4 Força, temos lá as notícias e também a todos os episódios de podcast. Muito bem instalem o Twitter tem que ir à APP store. Orador 3 Instalar abrir uma conta. Orador 3 Isso e a sua paciência, meu Deus. O Twitter ou esse centro de de verdade muito bem. Vamos já sem demoras para. Orador 3 As notícias mais relevantes desta semana, marketing, negócios, tecnologia e tudo mais. Diogo, estás pronto? Orador 4 Vamos a ISTO, então esta semana temos uma nova ferramenta da Microsoft que já tínhamos referido aqui No No no Podcast que permite, então é uma ferramenta que permite gerir anúncios em várias plataformas de anúncios, portanto, vocês podem gerir anúncios da Google do Facebook. Orador 4 Tudo numa só plataforma, mais abram aulas para o aulas para o. Orador 4 A nova ferramenta a nova forma, aliás, denunciar será disponibilizada já no próximo ano. É verdade, parece que no próximo ano já vamos conseguir criar anúncios dentro do universo roblox o. Orador 4 Se assim preferirem chamar mais os resultados de de uma pesquisa recente, com 5000 lojas online, descobriram que as marcas de comércio electrónico gastaram 60% a mais em publicidade do Tiktok em relação ao segundo trimestre, OK, totalizando um total de 29,9 milhões de dólares. Orador 4 Mais AA Twitch vai diminuir as receitas para os principais streamers? Mas atenção a eles, continuam a gastar a ganhar, aliás, bastante dinheiro, mas só que desta vez com anúncios, é verdade. Agora o vão repartir por completo, aliás, vão repartir 5050 UA Tweets com os Primers, todo o todo o todo o evanio que fizerem dos anúncios. Mais a revolução foi a última das das vítimas de. Orador 4 Ataques cibernéticos OK que expôs a informação de 32000 utilizadores é verdade revolutum Bank. Orador 4 E por último, a meta anunciou a sua conferência de. Orador 4 2000 e. Orador 4 22 CONNECT com Friends para mostrar o desenvolvimento que têm vindo a ser feito no Metaverso e é esta semana. Orador 3 Incrível bem, sim, Senhor, estamos prontos para a ferramenta da semana. Eu acho que sim. Onde é que está aqui a ferramenta da. Orador 3 Trazido para vocês por Microsoft. Orador 3 Bom, nada a ver é muito dessa de semana. Orador 5 Não tem. Orador 3 Hã e vou ter que dizer ISTO com alguma calma, portanto, a ferramenta esta semana é o Eça TSE detector boa. Este website o que faz este website é, vocês colocam um link corrijam-me se estiver errado e ele vai verificar que recursos e que estão a ser utilizados e a sua origem. Recursos como Java, Scripts e outros que. Orador 5 E o que faz? Orador 4 Tens exatamente Facebook os Pixeis que vocês estejam a usar, não é? AE, ISTO é muito importante a para para 2 coisas, uma para otimização de recursos. Orador 4 Ou seja, para vocês conseguirem otimizar esse recurso e saberem a. Orador 4 AO bloquearem esse recurso de começar logo, por exemplo, uma coisa que acontece muito em site de o commers. Se tiverem o stripe como uma forma de aceitação de cartões de crédito ou Streep, vai vos meter 11 Java script deles a correr em todas as páginas. Orador 4 Para medirem os. Orador 4 Utilizadores e se calhar, vocês não querem isso, não é? Portanto, é algo que vocês podem então cortar. Orador 4 Em termos de performance, porque o Skype não necessita de estar em todas as presente em todas as páginas e isso vai piorar a experiência do utilizador, porque vai demorar mais tempo no. Orador 4 Site a carregar. Orador 4 E, por outro lado, é uma questão de RG PD, não é de por onde é que a informação dos vossos utilizadores está a ir, não é? Orador 4 E vocês conseguirem reconhecer? Olha, a informação vai para estes estes estes Java Script não serem a aqui disparados, portanto está ir para estas empresas, então tem que clarificar isso para os meus utilizadores. O bloque. Orador 4 Se quisermos muito. Orador 3 Bem aí está essa detector ficou link, fica o link no nosso website emarketingperigosas.pt, que ainda tinha falado Hoje acho eu. Acho que não. Orador 4 Mas comum e os links também. Todas as notícias estão lá, todas as rapidinhas. É isso. Orador 3 Obrigado, muito bem, caríssimos, não sei se querem acrescentar algum comentário final assim, mais bombástico antes de fecharmos este episódio, relembrando só o nosso grupo do WhatsApp W ponto martinihortas.pt e para ainda não fazem subscrever o nosso podcast e avaliarem. Orador 3 O site já. Orador 3 Foi falado nós, como sempre voltamos a ver na próxima semana, por isso não percam o próximo episódio. Não alterei ISTO, Diogo, porque nós? Orador 3 Também não. Orador 5 Abraço, tchau. Tchau tchau.
podcast marketing portugal

Os Idiotas

frederico carvalho podcast marketing por idiotas

Frederico Carvalho

Formador e consultor de marketing digital

Miguel Vieira podcast marketing por idiotas

Miguel Rão Vieira

CEO @ pkina.com / funis.pt

Diogo Abrantes da Silva freelancer SEO, SEA, CRO e Web Analytics

Diogo Abrantes da Silva

Freelancer SEO, SEA, CRO e Web Analytics

Escreva pelo menos 1 caractere
WhatsApp Podcast Marketing por Idiotas
spotify Podcast Marketing por Idiotas